image 8 624x356 10 carros para ter debaixo de olho em 2020

10 carros para ter debaixo de olho em 2020

Published On 23 de Janeiro de 2020 | Opinião

Antes de mais bom ano! Isto porque não sei quando poderá estar a ler este artigo, nem tão pouco sei quando se pára de desejar bom ano. Por isso pelo sim pelo não aqui fica!

A verdade é que é um ano novo e este até tem um dia a mais que os outros, ou seja, um dia a mais para conseguirmos um bom negócio em carros com potencial de valorização, ou carros que até já estão a valorizar mas que ainda existe uma réstia de oportunidade de os agarrar antes que valham mais que um T2 em Lisboa. Estas são as minhas 10 escolhas. Concordas?

Não vamos perder mais tempo e vamos já agarrar a pechincha deste ano! Bom, o que pode ser pechincha para uns pode não ser para outros, mas a verdade é que a Audi RS6 C5, por mais rara que seja está mais barata online que a RS4 B5! Por 35 a 38 mil euros já é possível andar na rua a puxar pelo V8 bi-turbo produzido com a Cosworth, com sistema quattro, enquanto levamos os miúdos à escola! É muito? Pode ser, mas não vai estar a preço tão baixo este carro que em 2002 valia bem mais que o triplo! Basta ir mudando algumas vezes de pneus, ser paciente com a (um pouco) lenta caixa automática e não há mais nada com que preocupar.

image 2 10 carros para ter debaixo de olho em 2020

E já que estamos a falar de Audi, vamos tentar agarrar uma outra pechincha de tracção às QUATTRO (ahah, viste o que fiz aqui?). Antes sequer de dizer qual é, pode bem já ir pedir ao porquinho mealheiro cerca de 35 mil euros! Calma, vai bem valer a pena partir o suíno de porcelana pois estamos a falar do Audi RS4 B7!

Por mais incrível que pareça, tal como a RS6, o RS4 B7 (sedan) encontra-se online a preços mais baixos que a versão anterior. Quase parece que se esqueceram de atualizar os preços com a inflação de clássicos e pré-clássicos que anda por aí (e ainda bem).

Não vai passar despercebido na rua com o som do 4.2 V8 que grita até às 8000rpm, nem tão pouco com os guarda-lamas extremamente largos de fazer inveja a qualquer M3.

image 3 10 carros para ter debaixo de olho em 2020

Agora vamos respirar um pouco dos Audi, pois é tempo de olhar para a pechincha que vai certamente ser pechincha pouco tempo, o Porsche Cayman (S)!

Têm vindo a descer de preço, visivelmente, mas é um Porsche (senti que dizer só isto seria argumento que chegue). A valorização estará lá e estará nos pormenores. Encontrar algum imaculado, manual, com Sport Chrono e a versão certa (o Cayman S), garante valorização certa, para além de ser o Porsche mais equilibrado da época dado o seu tamanho e posição do motor: um motor central 3.2 de 280cv que não grita, berra até às 7000rpm!

Por trinta e poucos mil temos um na garagem, mas esta “borla” não vai valer para sempre.

Há quanto tempo não falávamos de Audi? Pois, parece que este é o ano deles, e ainda bem! Este é difícil de encontrar, mas vale todos os (poucos) euros! O Audi S5 B8. Toda a gente adora um bonito coupé, melhor ainda se for largo, baixo e com um 4.2 V8 debaixo do capô (vamos esquecer o 3.0 por agora, ok?).

Há pouquíssimas unidades registadas em Portugal, o que tudo indica é um fator importante para a valorização. Basta procurar por um bem estimado de interiores (os plásticos costumam sofrer), e principalmente manutenção a tempo, o V8 é um porreiro mas gosta de estar bem oleado.

Se os Audi de RS6 ou RS4 que falei têm demasiadas portas para ti, ou fazem-te sentir velho e casado, ou até RS são demasiadas letras, então este é o Audi para ti. Coloca já os alertas do OLX e Standvirtual a trabalhar, porque por pouco mais de 30 mil euros há um à tua espera.

Este é o meu favorito e um dos meus carros de sonho, o Aston Martin Vantage V8.

Não é bruto em potência, nem extravagante. É elegante, simples, e se tiver uma caixa manual ainda melhor. O som é das coisas mais bonitas que a Aston Martin já criou, vindas do seu 4.3 V8 dos seus primeiros modelos construídos até 2007, que esse é o que procuramos! Se for nacional e registado antes de Julho 2007, leva pontos extra na valorização.

Já se encontram por menos de 65 mil euros e com menos de 60 mil km! Um sonho.

É um Aston Martin, é coupe, tem um V8 e pode (deve) ter uma caixa manual. Está aqui a receita toda. Este é de comprar e deixar na garagem o resto da vida.

Não há um Aston Martin sem dois. Se V8 é muito pequeno para ti, aqui estão 4 cilindros mais!

Estava a tentar escrever este parágrafo sem falar do James Bond, mas é impossível. E provavelmente é esse um dos factores que faz o Aston Martin DB7 um carro a manter debaixo de olho, ou até mesmo comprar agora que estão, vá, não tão caros.

Não há dúvida de que é elegante e charmoso. É como se um carro pudesse vestir um fato.

É um investimento, é, mas é daqueles seguros, como vender algodão doce à porta de uma escola! Tem já alguns anos em cima mas é de deixar as Bond girls a virar o pescoço ao passar na rua.

Para a geração que cresceu a jogar Colin Mcrae, Need for speed e outros, este carro tem um valor e simbologia enorme. Não admira que todas as suas versões passadas sejam tão enormemente valorizadas sempre que aparecem online para venda, coisa rara porque quem os tem raramente os quer vender. É matemática simples: Um carro com ADN de rally, potência mais que suficiente e uma imagem que nos faz recuar à adolescência.

Aqui o truque é ser rápido porque os 90’s kids como tu que já atingiram os trinta também estão a fazer contas à vida para comprar um!

2020 é provavelmente a última oportunidade de agarrar um Mitsubishi Lancer Evolution X a preços que ainda não ofendem.

Admito, este não é totalmente uma pechincha, mas está subir e provavelmente quando acabares de ler este parágrafo já não vai valer a pena comprar um.

É um Porsche, é um 911 e tem um turbo. É o Porsche 911 Turbo (duh). Neste caso um 996. O patinho feio? Provavelmente, mas nunca ninguém resistiu a um 6 cilindros da Porsche com um caracol de metal que puxa ar! E este motor até deriva de um GT1! Se for caixa manual e uns toques em carbono no interior, ainda melhor. Tem bi-xenon, entradas de ar para os intercoolers e um aileron grandolas para agarrar aquela traseira ao chão. E isto tudo inventado em 2000!

Enquanto uns sobem de preço, outros descem drasticamente e até dá gosto ver (ahah). Estou a falar de outro carro da marca de Estugarda (não fui ver à wikipédia). O Porsche 997.

Esta é mesmo a magia dos 911 e parece matemático. Os 996 sobem de preço (conforme as versões claro), os 997 descem para os valores mais baixos, empurrados pelos 991, mas esses ficam para daqui a dois anos (depois avisem-me).

Encontram-se facilmente 4s e 2s por valores bem mais baixos que o 996 turbo, e até o 997 turbo está a descer por aí abaixo (faz de conta que não vos disse nada).

O bom é que o online está cheio de cores, motores, extras, e versões, e principalmente pouca quilometragem. Sabem aquela sensação de irem comprar leite, e o corredor todos dos lacticínios está em promoção e o hipermercado está vazio? É igual.

Para acabar, provavelmente um de que não estavam à espera. Não foi deixado para o fim por acaso. É mesmo para deixarem respirar, meterem um lembrete no telemóvel, e lá para Novembro, Dezembro colocarem os vossos skills de procura automóvel online no BMW M2, o original. Digo o original para não confundir com o M2 Competition. Não.

O M2 foi o verdadeiro substituto do 1M, com a alma do M3 e36 (e praticamente o mesmo tamanho), e sem dúvida melhor som!

Parece um garoto. Um garoto simpático, hiperactivo e com a dose certa de traquinice! Não é como o seu irmão Competition que roubou o motor ao pai, ganhou uns quilos e para parecer mais maduro e responsável, fala baixinho (Leia-se: Tem filtro de partículas e um som vergonhoso).

O BMW M2 é e vai ser um ícone. E mais uma informação bónus para a sua valorização: Há bem menos M2 que M2 Competition. Depois não digam que não sou amigo.


Joel Rodrigues
Latest posts by Joel Rodrigues (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.