Menu Fechar

Dacia apresenta Sandrider: A marca aventureira dirige-se para o Dakar!

Continuando a sua missão de redefinir o essencial, a Dacia, a marca com espírito outdoor, participa no Rali Dakar e no Campeonato do Mundo de Raid (W2RC) a partir de 2025. Para enfrentar alguns dos terrenos mais exigentes e mais duros do mundo, a Dacia revela o seu concorrente, o Sandrider, um protótipo concebido para vencer.

Inspirado no concept car Manifesto, o laboratório de novas ideias da Dacia apresentado em 2022, o Sandrider é um veículo totalmente novo, concebido especificamente para os ralis. Apoia-se na experiência desportiva do Grupo Renault e da Prodrive, uma empresa britânica especializada em desportos motorizados.

Em consonância com a famosa abordagem da Dacia, o Sandrider foi concebido para se concentrar no essencial do desporto automóvel, ou seja, no desempenho e na vitória. Este protótipo inovador explora de forma inteligente todas as possibilidades oferecidas pelos regulamentos da categoria Ultimate T1+, concentrando-se principalmente na agilidade e no peso. Responde plenamente às necessidades essenciais dos pilotos e co-pilotos, que participaram ativamente no seu desenvolvimento desde o início. Desde o início do projeto, e antes das muitas sessões de teste, os condutores e co-pilotos ofereceram a sua vasta experiência e conhecimentos aos designers e engenheiros, principalmente através de sessões de design prático utilizando a realidade virtual.

Um Dacia muito especial, mas mesmo assim um Dacia, o Sandrider está fortemente alinhado com os valores fundamentais da marca.

Concebido pelos designers internos da Dacia, o exterior simples do Sandrider vai diretamente ao essencial. O veículo está equipado com painéis de carroçaria que apenas são considerados absolutamente necessários. Não existem peças decorativas ou supérfluas e, naturalmente, foi dada uma ênfase especial à aerodinâmica.

Como parte da abordagem da marca centrada nas necessidades essenciais dos condutores e co-condutores, o capot curto e flutuante apresenta um design em forma de rack, desaparecendo do campo de visão da tripulação. A pintura antirreflexo utilizada na parte superior do painel de instrumentos – uma técnica emprestada da indústria aeronáutica – também optimiza a visibilidade.

No que respeita ao habitáculo, os designers e engenheiros da Dacia deram especial ênfase às necessidades, hábitos e limitações dos condutores e co-condutores. O painel de instrumentos modular do Sandrider permite que cada membro da tripulação adapte a ergonomia e a disposição de certos elementos às suas próprias necessidades.

O Dakar e outros rally-raids são alguns dos eventos de desporto automóvel mais difíceis do mundo. Por este motivo, a Sandrider exigiu uma abordagem que levasse ao extremo o conceito robusto e exterior da Dacia.

Isto implicou o reforço do veículo, com uma subestrutura e para-choques consolidados, carroçaria em carbono, suspensão de duplo braço e uma transmissão 4×4 concebida para os requisitos exigentes das provas de rally-raid. Um sistema elétrico inovador mantém a potência ideal para todos os acessórios a bordo, mesmo nas condições mais difíceis.

Para além destas características fundamentais de design, a abordagem robusta e ao ar livre da Sandrider também se estende a aspectos que podem parecer pormenores, mas que na realidade facilitam muito a vida das tripulações.

Por exemplo, os bancos Sabelt são estofados em tecidos especiais anti-bacterianos que auto-regulam a humidade. As rodas sobresselentes estão descobertas para facilitar o manuseamento. Do mesmo modo, a tripulação pode aceder rapidamente às ferramentas de bordo, sem ter de abrir uma caixa.

Outros exemplos incluem uma placa magnética, incorporada na carroçaria do Sandrider para evitar que os parafusos de fixação das rodas se percam na areia. Esta foi uma dica inspirada diretamente na experiência dos pilotos da equipa e posta em prática utilizando o famoso “good thinking” da Dacia.

O Sandrider está equipado com pneus BF Goodrich de nova geração que oferecem uma óptima aderência em todos os tipos de terreno, com uma resistência máxima aos choques e aos furos.

A Dacia está determinada a ser líder na descarbonização a preços acessíveis e está totalmente a par do compromisso assumido pelos organizadores do Dakar e de outros rally-raids para tornar o desporto motorizado mais sustentável.

Os engenheiros trabalharam com especial afinco para tornar o carro mais leve e reduzir o consumo de combustível. O peso total do Sandrider foi reduzido em cerca de 15 kg em relação a protótipos comparáveis. Este resultado foi conseguido através da utilização de um chassis tubular mais leve, da eliminação de todos os painéis de carroçaria supérfluos e da utilização de carbono para os restantes. Os projectistas também eliminaram todos os elementos decorativos e os engenheiros optaram por um motor mais compacto e mais leve. Para otimizar a tração e o desempenho dinâmico, a distribuição do peso entre a frente e a traseira foi significativamente aumentada na dianteira.

Além disso, foi dada especial atenção à aerodinâmica para reduzir o consumo de combustível e melhorar o desempenho. Os engenheiros conseguiram reduzir a resistência aerodinâmica em 10% e a elevação em 40% em relação a protótipos comparáveis. Como parte do seu trabalho, concentraram-se particularmente nas entradas de ar que arrefecem o motor.

A gestão do calor é fundamental nas condições extremas do Dakar e de outros rally-raids. Para manter a temperatura baixa no habitáculo, os designers da Sandrider utilizaram pigmentos anti-infravermelhos diretamente integrados nos painéis de carbono da carroçaria do veículo. Foi registada uma patente para este processo.

O motor do Sandrider funciona com combustível sintético fornecido pela Aramco. Trata-se de uma solução simples e económica para reduzir o seu impacto ambiental. Os combustíveis sintéticos desenvolvidos pela Aramco combinam hidrogénio renovável com CO2 sequestrado, fornecendo um combustível com baixo teor de carbono que é compatível com os motores actuais. Para a Dacia, o Rali Dakar é o campo de testes ideal para esta tecnologia.

Apresentado hoje, o Sandrider iniciará agora uma longa série de testes de desenvolvimento em vários países. A sua estreia no desporto automóvel terá lugar no Rallye du Maroc 2024, a etapa marroquina do Campeonato do Mundo de Ralis (W2RC), entre 5 e 11 de outubro de 2024.

Os Dacia Sandriders, a equipa oficial da Dacia no W2RC, participarão no seu primeiro Dakar e nas outras etapas do Campeonato do Mundo de Rally-Raid em 2025.

Os Dacia Sandriders reúnem três equipas que combinam experiência, talento e entusiasmo.

O piloto de ralis francês Sébastien Loeb, 49 anos, venceu o Campeonato do Mundo de Ralis nove vezes consecutivas entre 2004 e 2012. É o piloto mais bem sucedido do desporto automóvel e é frequentemente considerado como o melhor piloto de ralis de todos os tempos. Sébastien Loeb participa no Dakar desde 2016. Terá como parceiro o copiloto Fabian Lurquin.

A piloto de ralis Cristina Gutierrez Herrero, de 32 anos, é um dos principais nomes dos ralis de todo-o-terreno. Já participou em oito ralis Dakar entre 2017 e 2024. Cristina venceu a Taça do Mundo de Ralis Todo-o-Terreno, categoria T3, em 2021. Em janeiro de 2024, tornou-se a segunda mulher a vencer numa categoria (Challenger) do Dakar, depois de Jutta Kleinschmidt, que ficou em primeiro lugar na geral. O copiloto de Cristina será Pablo Moreno Huete.

Nasser Al-Attiyah é cinco vezes vencedor da Taça do Mundo de Ralis Todo-o-Terreno e duas vezes vencedor do Campeonato do Mundo de Rally-Raid. Verdadeira lenda do Dakar, venceu cinco vezes esta espetacular prova.

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO SANDRIDER

Classe FIA: Ultimate T1+
Chassis: tubular
Carroçaria: fibra de carbono
Motor: V6, 3 litros, twin-turbo, injeção direta
Potência máxima: 265 kW/360 cv às 5.000 rpm
Binário máximo: 539 Nm às 4.250 rpm
Transmissão: 4X4
Caixa de velocidades: Sequencial de 6 velocidades
Suspensão dianteira/traseira: double wishbone
Curso da suspensão: 350 mm
Jantes: alumínio de 17 polegadas
Pneus: BF Goodrich, 37 polegadas
Comprimento x largura x altura: 4.140 x 2.290 x 1.810 mm
Distância entre eixos: 3.000 mm
Saliência dianteira/traseira: 590/550 mm

Sérgio Gonçalves

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.