Dunlop apresenta pneu de competição do futuro em Genebra

Published On 6 de Março de 2013 | Novidades

GREENGT

A Dunlop celebra este ano o 125º aniversário e não só fará uma retrospectiva da sua tradição em competição e estrada, como fará também uma perspectiva daquilo que quer alcançar nos próximos 125 anos. Desta forma a Dunlop anuncia que redireccionou o foco de trabalho de forma a favorecer as melhorias no consumo de combustível e o uso de fontes alternativas de energia nas pistas de corrida.

Embora durante muitos anos a Dunlop tenha vindo a desenvolver tecnologias para automóveis híbridos, eléctricos e de combustíveis alternativos, há recentemente pouco tempo, o centro técnico de desporto automóvel deu um novo impulso à actividade quando anunciou, oficialmente, que os pneus iriam ser utilizados no GreenGT H2, o primeiro automóvel propulsionado por pilhas de hidrogénio. Ao anunciar esta notícia, a Dunlop compromete-se com um programa de desenvolvimento específico para responder às necessidades das futuras gerações de automóveis de competição eléctricos e propulsionados por pilhas de hidrogénio.

Como explica Sebastien Montet, Director de Design e Desenvolvimento para a Dunlop Motorsport, há três grandes desafios a superar e nos quais, futuramente, serão baseados os desenhos dos pneus de competição: “Com veículos como o GreenGT H2, precisamos de pensar no peso do automóvel, nas diferentes características do motor e em melhorar a eficiência de consumo de combustível. Uma alteração no peso do veículo vai significar uma mudança das forças transportadas pelo pneu, diferentes características de força do motor que requerem um aumento na rigidez longitudinal, e uma diminuição da resistência ao rolamento, de forma a optimizar o consumo de combustível.”

Os princípios de construção da resistência ao rolamento mais baixa através dos compostos de produção de calor mais baixa e das formas optimizadas da carcaça do pneu são os mesmos princípios empregues no novo pneu de estrada, o Sport BluResponse, que também vai ser apresentado, pela primeira vez, no Salão Europeu Automóvel, em Genebra.

O lançamento do GreenGT H2, que vai competir nas 24 Horas de Le Mans em 2013, é o primeiro automóvel de competição no mundo que é propulsionado por pilhas de hidrogénio e que apresenta tecnologia motopropulsora eléctrica. As pilhas de hidrogénio e de combustível possuem um grande potencial para servirem de fonte de energia ao futuro desporto automóvel e, a fim de aumentar a eficiência da energia e aderência do automóvel, o pneu tem ser especificamente construído para essa configuração.

vectorização de binário

Os futuros automóveis de competição propulsionados por combustíveis alternativos vão depender grandemente da Tecnologia de Vectorização de Binário, que tem um peso significativo na construção do pneu.

Montet acrescenta: “O controlo das curvas com a Tecnologia de Vectorização de Binário é muitas vezes visto como a “Mão de Deus” nas futuras pistas e estradas, mas as vantagens substanciais desta tecnologia de nada servirão sem a construção adequada do pneu.”

“Enquanto o controlo de distribuição do binário lateral distribui de forma desigual o binário do motor para as rodas direita e esquerda, a tecnologia de vectorização de binário apresenta o diferencial com capacidade para fazer variar a quantidade de energia enviada a cada roda, resultando numa óptima aceleração lateral. A suspensão pode, portanto, ser utilizada para controlar a resposta do veículo enquanto a vectorização de binário se concentra na estabilidade”, acrescenta.

vectorização de binario

“As competições realçam a importância que o consumo de combustível tem quando se trata de ganhar a corrida”, afirma Sanjay Khanna, Diretor-geral da marca Dunlop. “Afinal, o combustível faz parte do peso do automóvel o que dificulta o seu desempenho. Ao mesmo tempo, quanto mais eficiente for um automóvel em termos de consumo de combustível, mais etapas pode percorrer sem ter que ser reabastecido e sem perder tempo. É aqui que a Dunlop desempenha um papel importante, ao oferecer a melhor resistência ao rolamento, de forma equilibrada com o desempenho, para alcançar o sucesso ajudando o automóvel a reduzir o consumo de combustível e o reabastecimento do mesmo. É um desafio difícil, mas no nosso 125º aniversário, é outra inovação de referência da Dunlop a ser partilhada entre os pneus de estrada e de competição.”

Segue-me
Latest posts by Rui Augusto (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.