Etiqueta dos pneus

Published On 19 de Janeiro de 2013 | Guias

etiqueta-dos-pneus-ue

Desde Novembro de 2012, todos os pneus novos apresentam um autocolante com a etiqueta dos pneus da EU (Regulamento 1222/2009 da Comissão Europeia). A etiqueta dos pneus foi criada com o objectivo de ajudar os consumidores a comprar pneus mais seguros e mais amigos do ambiente. Para o consumidor, esta etiqueta vai facilitar a comparação dos vários pneus em termos de aderência em piso molhado, ruído e eficiência de combustível.

O consumidor está já habituado a este tipo de comparação pois uma etiqueta equivalente é usada nos electrodomésticos. Nos pneus, a etiqueta será sem dúvida uma mais-valia, principalmente para os consumidores pouco habituados à linguagem mais técnica dos pneus ou a pesquisar as suas características.

Tal como nos electrodomésticos, a escolha de um com classificação A pode-se traduzir numa poupança grande de consumo energético, também nos pneus podemos medir essas vantagens. A diferença entre optar por pneus de classificação G ou A em travagem em piso molhado pode implicar por exemplo uma redução de 30% na distância de travagem numa estrada molhada, parando 18 metros antes.

tire-label-eu

Os estudos da União Europeia mostram ainda que se todos os veículos europeus circulassem equipados com pneus de classificação A poderia poupar-se 27 biliões de euros em combustível por ano. Isto significaria uma redução das emissões de CO2 em 20 milhões de toneladas! Assi, a nova etiqueta tem um enorme potencial para melhorar a segurança, eficiência económica e meio ambiente na Europa, através da promoção de pneus mais eficientes.

Estas vantagens são ainda mais competitivas nas frotas de automóveis ou camiões, pois as poupanças podem ser bastante elevadas, com a escolha de pneus com menor resistência ao rolamento.

Sabia que os pneus representam até 20% do consumo de combustível do seu veículo? A escolha de pneus com uma classificação de eficiência de combustível elevada irá proporcionar-lhe mais quilómetros em cada depósito e menos emissões de CO2 do seu veículo.

detalhe etiqueta pneus

Assim, são 3 as classificações presentes na etiqueta de pneus, que passamos a descrever:

Eficiência de combustível

eficiencia combustívelÉ uma forma de medir a resistência ao rolamento do pneu, que tem impacto sobre a eficiência de combustível do veículo. Classificação de A (classificação mais alta – verde) a G (classificação mais baixa-vermelho). Os pneus eficientes em termos de combustível precisam de menos energia para rolar e desperdiçam menos energia em atrito e calor. A diferença entre a classificação A e a classificação G pode equivaler a uma redução no consumo de combustível até 7,5%. Em termos concretos, a escolha de pneus com classificação A em vez de classificação G pode permitir poupar mais de 6 litros de combustível a cada 1000 quilómetros.

Aderência em piso molhado

aderência molhadoÉ a medição da capacidade de travagem do pneu em piso molhado. A aderência em piso molhado é classificada de A (classificação mais alta) a F (classificação mais baixa). As classificações D e G não são utilizadas para veículos de passageiros. Aderência em piso molhado é a capacidade do pneu aderir à estrada em condições de piso molhado. Os pneus com uma classificação de aderência em piso molhado elevada irão proporcionar distâncias de travagem mais curtas ao aplicar os travões a fundo. A classificação da UE foca-se apenas num aspecto da aderência em piso molhado. Numa situação de emergência, alguns metros podem fazer uma grande diferença. Para um veículo de passageiros que aplique os travões a fundo a 80 km/h, um conjunto de pneus com classificação A irá proporcionar uma distância de travagem até 18 metros mais curta do que um conjunto de pneus com classificação F.

Ruído

nível de ruídoÉ a medição do ruído externo gerado pelo pneu em decibéis. As ondas de som pretas indicam a classe de ruído do pneu, de 1 (silencioso) a 3 (ruidoso). Quantas mais barras negras visíveis na etiqueta, mais ruidoso será o pneu. A escolha de pneus com uma boa classificação de ruído irá reduzir o impacto da sua condução sobre o ambiente circundante. Dado que muitas pessoas não estão familiarizadas com os valores em decibéis, a classe de ruído também é apresentada. Esta classifica o pneu em relação aos futuros limites europeus de ruído dos pneus: 1 onda preta: Silencioso (3dB ou mais abaixo do futuro limite europeu); 2 ondas pretas: Moderado (entre o futuro limite europeu e 3dB abaixo); 3 ondas pretas: Ruidoso (acima do futuro limite europeu).

escolha-pneus

Contudo, a etiqueta tem algumas limitações. Esta deve servir apenas como um ponto de partida para os consumidores, pois estes devem considerar outros aspectos que não estão presentes na nova etiqueta. Existem assim, muitos outros factores a considerar, importantes para o desempenho dos pneus, onde se inclui: a resistência ao aquaplaning, a estabilidade direccional, comportamento e direcção em piso molhado e seco, durabilidade, desempenho da travagem em piso seco, capacidades em condições de inverno, aderência em curva, etc.

Os testes a pneus realizados pelas revistas do ramo automóvel e outras entidades independentes continuarão a ser uma fonte importante de informação para o consumidor final, uma vez que estas publicações testam até 11 propriedades de segurança importantes, além dos 3 critérios dispostos na etiqueta.

No entanto o consumidor não se pode esquecer que o consumo real de combustível e segurança dependem fortemente do comportamento e estilo de condução. Uma condução ecológica pode reduzir significativamente o consumo de combustível e a pressão dos pneus deve ser regularmente verificada para conseguir uma melhor aderência em pavimento molhado e um menor consumo de combustível.

Segue-me
Latest posts by Rui Augusto (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.