Etiqueta europeia influencia compra de pneus

Published On 20 de Outubro de 2013 | Geral

etiqueta-dos-pneus

Os dados apresentados na passada terça-feira, numa conferência da Goodyear Dunlop em Bruxelas, revelam que a etiqueta europeia de pneus teve influência em mais de dois em cada três consumidores que compraram pneus em 2013.

Segundo o estudo desenvolvido pela IPSOS MarketQuest para a Goodyear Dunlop[1] em seis mercados europeus, 71% dos compradores de pneus que conheciam a etiqueta, antes de realizar a sua compra, tiveram em conta as qualificações nos três parâmetros que contempla. Os dados também destacaram que mais de metade (54%) dos distribuidores de pneus europeus utiliza a etiqueta no momento de venda, já que a consideram uma ferramenta útil.

A etiqueta do pneu também exerce uma influência cada vez maior sobre as decisões de compra das frotas europeias de veículos comerciais. Os resultados do estudo realizado pela MV2 Conseil para a Goodyear Dunlop[2], em que participaram cerca de 500 frotas de França, Alemanha, Itália, Polónia e Espanha, destacaram a importância da etiqueta; um pouco mais de metade das frotas (54%) afirmou que a etiqueta tem influência na escolha dos pneus e dois terços (66%) consideram que a eficiência de combustível é o parâmetro mais importante da etiqueta.

A Goodyear Dunlop organizou uma conferência com o objectivo de reunir os principais agentes e especialistas do sector, num debate sobre a evolução da etiqueta, agora que se aproxima o primeiro aniversário da implementação da norma. A etiqueta europeia do pneu, obrigatória para todos os pneus vendidos na Europa, classifica os pneus de turismo e de pesados, de acordo com três factores: resistência à rodagem, aderência em piso molhado e ruído externo. A legislação entrou em vigor em novembro de 2012.

Na sua intervenção durante o evento, Arthur de Bok, presidente da Goodyear EMEA, apresentou os primeiros dados estatísticos significativos sobre a influência da etiqueta, ao mesmo tempo que sublinhou as suas limitações.

De Bok declarou: “É animador ver que muitos consumidores e distribuidores de pneus profissionais utilizam a etiqueta europeia como ponto de referência no momento de realizar as suas compras. A etiqueta europeia do pneu, com a informação que oferece em relação a três parâmetros, ajuda o público a estar mais consciente do importante papel que os pneus desempenham no rendimento de um veículo”.

“Estamos a obter resultados excelentes com a etiqueta e temos qualificações muito positivas mas, ainda que a etiqueta seja um bom ponto de partida, há muitos outros factores que são importantes e devem ser considerados no momento de comprar pneus. Por exemplo, inclusivamente os melhores pneus de inverno obtiveram pontuações relativamente baixas na etiqueta, pois foram criados para ser eficazes apenas a baixas temperaturas ou sobre neve e gelo. Pelo contrário, a Goodyear, como fabricante de pneus de primeira linha, analisa mais de 50 parâmetros para desenvolver os seus pneus, não só os três que aparecem na etiqueta”, referiu de Bok.

Michael Staude, director geral de pneus da empresa independente de certificação TÜV SUD Automotive, destacou a necessidade dos Estados Membros da UE possuírem métodos locais de cumprimento que sejam eficazes. “A longo prazo, a legislação só terá êxito e será credível aos olhos dos consumidores e distribuidores se todos os pneus vendidos e importados pela União Europeia cumprirem escrupulosamente a legislação”, declarou.

O estudo da Goodyear Dunlop demonstra que, para os condutores de veículos de turismo, a aderência em piso molhado é o parâmetro mais importante e 52% consideram-no um dos três principais aspectos a ter em conta no momento de comprar pneus. A eficiência de combustível, que está interligada a uma melhor resistência à rodagem, figurava entre as necessidades de 47% dos consumidores, enquanto o ruído exterior estava presente nas de 41%.

Entre os presentes que intervieram na conferência estava Malcolm Harbour, membro do Parlamento Europeu e presidente da Comissão de Mercado Interno e Protecção do Consumidor, que desempenhou um papel fundamental na adopção da legislação sobre a etiqueta do pneu, o vice-presidente para Assuntos Ambientais e Europeus da Electrolux, Viktor Sundberg, que partilhou a sua experiência em relação ao sistema de etiqueta no sector dos grandes eletrodomésticos; Luca Pascotto, director de mobilidade da FIA, que insistiu na importância da segurança rodoviária e Goran Zubanovic, que dirige as redes de distribuição europeias da Goodyear Dunlop Premium e Vulco, que ofereceu a perspectiva do distribuidor de pneus.

Para assistir a uma gravação do debate, visite www.thetirelabel.com.

Segue-me
Latest posts by Rui Augusto (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.