FF91 – Um sério rival da Tesla

Published On 4 de Janeiro de 2017 | Novidades

A Faraday Future deu a conhecer o seu novo modelo, numa configuração muito próxima da versão final que irá comercializar lá para 2018.

Este rival da Tesla quer-se estabelecer como a nova referência entre os automóveis 100% elétricos, e para isso possuiu argumentos de peso como a autonomia, potência e tempos de carregamento.

Com um conjunto de baterias de 130 kWh, que foram desenvolvidas com a preciosa ajuda da LG Chem, este FF91 é motorizado por quatro unidades elétricos que alcançam em conjunto, 1050 cavalos de potência e 1800 Nm de binário logo desde as 0 rotações por minuto.

Com este nível de potência não é difícil prever performances de grande nível, pois o exercício de 0 a 100 km/h é cumprido em 2,39 segundos.

Segundo a Faraday Future este automóvel será capaz de percorrer 600 km com apenas uma carga. Para além disso, este automóvel conseguirá ser carregado (50% da carga) em menos de 4h30 numa tomada de 240 volts.

A tecnologia no FF91 é obviamente abundante, e nele contará um modo de condução autonomia, que funcionará com a ajuda de 13 radares, 10 camaras de alta definição, 12 sensores ultrassons e um sistema Lidar 3D retrátil instalado no capô.

Para além disto, o modelo contará também com um sistema da Driverless Valet que permitirá que o mesmo se estacione sozinho.

A carroçaria exibe um coeficiente aerodinâmico de 0,25 cx, ou seja, um valor de referência que permite menos atrito e resistência ao ar.

Este modelo já se encontra disponível na página da marca para ser reservado, para isso os interessados terão que colocar um depósito na ordem dos 5000 euros.

As primeiras 300 unidades a serem produzidas serão uma série especial e limitada chamada Alliance Edition. Parte do dinheiro da comercialização do modelo será doada a um fundo ambiental.

Sérgio Gonçalves
Latest posts by Sérgio Gonçalves (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.