Goodyear desenvolve pneu com óleo de Soja

Published On 27 de Julho de 2012 | Tecnologia

Óleo de soja pode reduzir o uso de petróleo no fabrico de pneus

A Goodyear revelou mais uma nova descoberta que poderá beneficiar o meio ambiente e o consumidor final. Actualmente o petróleo é o utilizado no fabrico dos pneus, mas a introdução do óleo de soja no seu fabrico, poderá reduzir até 26,5 milhões de litros por ano de petróleo, ao mesmo tempo que a vida útil dos pneus poderá aumentar até 10%.

Os testes realizados pela Goodyear em Oklahoma, permitiram chegar à conclusão que os componentes da borracha feitos a partir de óleo de soja se misturam melhor com a sílica utilizada na fabricação de pneus.

Esta é uma melhoria que torna a fábrica mais eficiente, garantindo um consumo mais reduzido de energia e de emissões de gases de efeito estufa.

“A Goodyear está empenhada em respeitar o meio ambiente e as localidades em que opera. A utilização de óleo de soja é uma maneira de alcançar esse objetivo”, comentou Jean-Claude Kihn, responsável técnico da Goodyear. “Enquanto os consumidores beneficiam de um aumento da vida útil dos pneus, a Goodyear regista uma maior eficiência e economia de energia – todos ganhamos com a redução de impacto no meio ambiente”, acrescenta.

Os protótipos dos pneus já fabricados vão ser agora testados em San Angelo (Texas), nos próximos meses. Se os resultados forem positivos, a Goodyear espera que os consumidores passem a comprar pneus feitos com óleo de soja a partir de 2015.

A United Soybean Board (USB) apoia o projecto da Goodyear com 500.000 dólares nos próximos dois anos.

O óleo de soja é mais uma iniciativa que a Goodyear está actualmente a levar a cabo para potenciar o uso de matérias-primas renováveis. Para tal, a Goodyear e a DuPont Industrial Biosciences estão a trabalhar juntos para desenvolver a BioIsoprene™, uma alternativa biológica revolucionária de isopreno (derivado de petróleo). A BioIsoprene™ pode ser usada no fabrico de borracha sintética, que por sua vez é uma alternativa para a borracha natural, e vai permitir uma redução da dependência de produtos petrolíferos por parte da indústria.

Segue-me
Latest posts by Rui Augusto (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.