Grande Prémio da Austrália de F1

Published On 18 de Março de 2013 | Desporto

F1-2013-australia

Com o regresso do Fórmula 1 em 2013, foi no Domingo passado que os monolugares voltaram a competir entre si. E o arranque foi surpreendente, não só pelo desfecho da corrida como o desenrolar da mesma, assim como o seu vencedor.
Já se esperava que os monolugares da Red Bull fossem os mais rápidos em pista, já que demonstraram toda a sua eficácia e rapidez tanto nos treinos como na qualificação, porém na corrida houve um factor que os atrasou irremediavelmente.

A degradação dos pneus baralharam a corrida e as contas que as equipas fazem, e quem melhor se adaptou a isso foi Kimi Raikkonen e a equipa Lotus, uma vez que delinearam uma estratégia de apenas duas paragens nas boxes.

Foram sem dúvida os grandes vencedores do fim-de-semana, pois com uma estratégia e gestão perfeita dos pneus a Lotus saiu triunfante, conseguindo a 20º vitória da equipa na história da Fórmula 1, e a primeira no grande prémio da Austrália.

Outra equipa que esteve bastante bem em corrida foi a Ferrari, em especial através do monolugar do espanhol Fernando Alonso que conseguiu ficar à frente de Vettel, ou seja no segundo lugar do pódio. Em 3º ficou o Campeão do Mundo em título, Sebastian Vettel que teve uma luta interessante com Felipe Massa pelo 3º posto. Massa esteve em muito bom plano na corrida australiana.

Quem se seguiu na classificação geral a seguir ao piloto brasileiro foi o britânico Lewis Hamilton no seu Mercedes. Um resultado positivo tendo em conta os testes de inverno, e ficou à frente de Mark Webber, que voltou a não conseguir largar com eficácia da grelha de partida condicionando assim a sua corrida e a respectiva ambição de conseguir um lugar no pódio. O australiano a “jogar” em casa conseguiu apenas o 6º lugar final.

Porventura a maior desilusão da prova foi mesmo a corrida protagonizada pela equipa McLaren. Uma verdadeira antítese aos acontecimentos da prova do ano passado. Recorde que o piloto britânico Jenson Button ganhou o grande prémio de Melbourne o ano passado e ontem não conseguiu melhor que o nono lugar. O seu colega de equipa, Perez fez o 11º posto num começo de Mundial muito negativo para uma das equipas históricas da Fórmula 1.

Classificação final:
1. Raikkonen Lotus-Renault 1h30:03.225
2. Alonso Ferrari a 12.451
3. Vettel Red Bull-Renault a 22.346
4. Massa Ferrari a 33.577
5. Hamilton Mercedes a 45.561
6. Webber Red Bull-Renault a 46.800
7. Sutil Force India-Mercedes a 1:05.068
8. Di Resta Force India-Mercedes a 1:08.449
9. Button McLaren-Mercedes a 1:21.630
10. Grosjean Lotus-Renault a 1:22.759
11. Perez McLaren-Mercedes a 1:23.367
12. Vergne Toro Rosso-Ferrari a 1:23.857
13. Gutierrez Sauber-Ferrari a 1 Volta
14. Bottas Williams-Renault a 1 Volta
15. Bianchi Marussia-Cosworth a 1 Volta
16. Pic Caterham-Renault a 2 Voltas
17. Chilton Marussia-Cosworth a 2 Voltas
18. van der Garde Caterham-Renault a 2 Voltas

Desistências:
Ricciardo Toro Rosso-Ferrari 40ª
Rosberg Mercedes 26ª
Maldonado Williams-Renault 25ª
Hulkenberg Sauber-Ferrari 1ª

Sérgio Gonçalves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.