Hennessey Venom F5 – 1400 cavalos de potência e velocidade máxima de 466 km/h

Published On 5 de Agosto de 2014 | Novidades

Hennessey_Venom_F5_1-sm

Esta empresa já tinha conseguido produzir num passado recente, um dos automóveis mais rápidos do mundo, batendo mesmo automóveis como os Veyron, Zondas e outros.

Esse automóvel dá-se pelo nome de Venom GT e conseguiu a proeza de atingir 435 km/h de velocidade máxima, recorde esse obtido no Centro Espacial de Kennedy o que não deixa de ser curioso, pois parece o que a Hennessey sabe mesmo construir automóveis capazes de “voar”.

hennessey-venom-gt-record-33

O novo supercarro da Hennessey chama-se Venom F5 e se está familiarizado com a escala Fujita que mede a intensidade e capacidade de destruição dos Tornados, saberá que esta é a mais alta, logo a mais poderosa e destrutiva.

E se estamos a falar de enorme potência, o que dizer da unidade motriz que irá equipar este F5, um motor V8 com dois turbocompressores que já equipava o Venom GT, mas que no futuro modelo terá mais potência, fala-se em mais de 1400 cavalos.

Hennessey_Venom_F5_3-sm

Com este nível de potência, este novo supercarro será um dos mais potentes em produção, coisa que nem o Koenigsegg One:1 com 1360 cavalos consegue igualar. Já para não falar nos mais recentes supercarros, como o Mclaren P1, o Ferrari LaFerrari ou o Porsche 918 Spyder que nem sequer alcançam os 1000 cavalos de potência.

Espera-se que o Venom F5 consiga alcançar os 466 km/h (290 mph) algo que não é difícil de acreditar já que a Hennessey é a actual detentora do automóvel de produção mais rápido do mundo como já tínhamos referenciado.

Hennessey_Venom_F5_2-sm

Outras das características divulgadas deste bólide, mostram uma tara na ordem dos 1300 kg, tração traseira e uma caixa manual (“velha guarda”) de 6 velocidades.
Este modelo será revelado no próximo ano e terá uma produção limitada a 30 unidades.

Sérgio Gonçalves
Latest posts by Sérgio Gonçalves (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.