Hyundai i40 Sedan

Published On 15 de Setembro de 2012 | Novidades

A Hyundai pretende atacar mais uma vez o competitivo segmento D, no mercado europeu. O i40 é a nova arma da marca. Primeiro foi divulgada a carrinha, agora é a vez do sedan, que mostram uma imagem renovada, acompanhada com com elevados níveis de qualidade.

O i40 sedan é um modelo que vem complementar a oferta da marca para o segmento D, depois do êxito conseguido pelo i40 SW, uma carrinha de linhas entusiasmantes que transmitem um novo conceito de design protagonizado pelos técnicos da Hyundai.

Com umas linhas fluidas e sofisticação em muitos dos pormenores, o i40 assume-se como um grande carro familiar atraente, que resguarda todos os detalhes de conforto, qualidade e dimensões em termos de espaço que prometem deixar marcas nos veículos do segmento D.

Ao nível das motorizações, a Hyundai apresenta 2 motorizações diesel e uma a gasolina. Num segmento onde o gasóleo assume particular importância, a marca coreana aposta especialmente no bloco 1.7 CRDi com potências de 115 e 136 cavalos, para além do já conhecido propulsor a gasolina 1.6 GDI de 135 cavalos.

Equipamentos de alta tecnologia, um pacote acústico para reduzir ruídos de rolamento e de vibrações dos motores diesel, aumentam o nível de conforto que se vive a bordo do Hyundai i40, que conta com sistema de estacionamento inteligente, alerta de transposição de faixa de rodagem, travão de mão eléctrico, bancos da frente ventilados e traseiros aquecidos e ainda volante aquecido. Uma verdadeira montra tecnológica que se estende também a um vasto equipamento de segurança de última geração, que transformam o i40 sedan num dos automóveis mais belos e evoluídos da Hyundai.

Os preços são bastante atractivos, com o importador a anunciar 22.990€ para o arranque da versão 1.6 a gasolina, enquanto o motor diesel de 1,7 litros estará disponível a partir dos 26.250€.

Segue-me
Latest posts by Rui Augusto (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.