IMG 7276 630x420 KIA Picanto 1.2 GT Line – Personalidade e muito equipamento

Não é a mais recente novidade da marca coreana, porém lançado este ano, este modelo surgiu no nosso radar e foi-nos oferecida a possibilidade de o conhecer mais em pormenor e nós obviamente não recusámos.

Preparado para concorrer diretamente com rivais como o VW UP, Skoda Citigo e Seat Mii, Renault Twingo, Peugeot 108, Citroen C1 e Toyota Aygo e claro com o “irmão” Hyundai i10, se bem que este último é uma proposta com caracter diferente, menos “apimentado”.

IMG 7277 630x420 KIA Picanto 1.2 GT Line – Personalidade e muito equipamento

A carroçaria exibe componentes (GT Line) que lhe dão um ar mais desportivo em relação ao modelo convencional, como as jantes de 16 polegadas, os pormenores em vermelho, os discos de travão traseiros, pouco comuns neste segmento, ponteira dupla na traseira e diferenças nos para-choques.

Estamos perante um pequeno automóvel citadino que promete com o seu design alguma “desportividade” e uma forma de se destacar da concorrência.

Saltando para o interior e possível constatar o cuidado em transportar algum do arrojo do design da carroçaria para este espaço. Facilmente encontramos uma boa posição de condução, e damos de cara com o sistema infotainment no tablier com sistema de navegação. Este último é bastante fácil intuito e fácil de utilizar

Os materiais têm o tato habitual (plásticos rijos) neste segmento, porém a construção não merece reparos.

Sendo bastante espaçoso no que toca a passageiros (lotação de 4), na mala este KIA é um “campeão”, pois tem a maior capacidade de carga para este segmento, ou seja, 255 litros!

Quando passamos ao capítulo da condução, este Picanto GT-Line não desilude, mesmo sabendo que não temos uma motorização com grande poder de “fogo”.

A unidade motriz atmosférica com 1,2 litros de capacidade produz 84 cavalos de 122 Nm de binário. Faltando ainda um turbocompressor como muitos dos seus concorrentes diretos já oferecem, esta unidade “desenrasca-se” muito bem em pequenos trajetos e em viagens nunca compromete.

Está previsto o lançamento da unidade de 1 litro turbo com 100 cavalos, unidade que já preenche a gama RIO para equipar o Picanto e que nós já ensaiámos, algo que lhe poderá dar ainda mais vantagem quando comparado com a unidade 1.0 Turbo da VW por exemplo.

Ainda assim as prestações deste motor 1.2 ficam-se por um arranque de 0 a 100 km/h em 12 segundos e uma velocidade máxima 161 km/h. Valores relativamente interessantes e que deixam antever uma melhoria quando este modelo for equipado com a nova motorização turbo.

Os consumos anunciados são 7l/100km em cidade, 4,5 extraurbano e 5,4 litros combinado. No curto ensaio conseguimos sem grandes preocupações efetuar consumos médios nos 6 litros.

As emissões de Co2 são de 124 g/km.

Em estrada/autoestrada a potência revela-se adequada, mas nunca entusiasmante, porém em cidade este GT-Line tem performances mais do que suficientes para qualquer desembaraço, em especial nas ultrapassagens.

Tendo em conta que este modelo será exclusivamente escolhido por pessoas que apenas querem um automóvel confortável, de pequenas dimensões e fácil de conduzir as performances nunca serão a grande prioridade.

No capítulo dinâmico surgem (mais) boas surpresas, pois este modelo é bastante divertido de conduzir tanto em cidade como em estrada com muitas curvas. O controlo da carroçaria é bastante contido, os travões são potentes e a suspensão apesar de ser firme nunca se torna desconfortável. A direção é leve demais para este tipo de condução, porém em cidade revela-se uma ótima ajuda na altura de manobrar o Picante pelo trânsito ou nos estacionamentos.

Quando conduzido de forma mais “pacifica” este modelo revela ser confortável (apesar das jantes de 16 polegadas), com pouco ruído de vento e o ar condicionado funciona perfeitamente, em especial porque o ensaiamos com temperaturas bem acima dos 30 graus e deu imenso jeito.

A lista de equipamento é bastante generosa, e o preço de venda ao público da versão ensaiada reflete um ótimo compromisso entre ambos.

Assim este KIA Picanto 1.2 GT Line tem um valor de 15.670,40€. Se quiser optar por pintura metalizada tem que disponibilizar mais 300€ para tal.

Atualmente a KIA tem uma Campanha de Lançamento com um desconto de 1.400€.

Uma vez mais, um especial agradecimento aos responsáveis pelo Stand de vendas Julião Luz & Filhos, LDA na Golegã pela disponibilidade da viatura aqui ensaiada

 

Sérgio Gonçalves

Sérgio Gonçalves

A paixão pelos automóveis começou cedo e desde então tem andado de mãos dadas com o jornalismo nas suas mais variadas vertentes.

Produtor de conteúdos, com experiência em rádio, jornalismo online, jornalismo de imprensa e foto-jornalismo.
Sérgio Gonçalves
 

Tags: , ,