LaFerrari

Published On 5 de Março de 2013 | Novidades

laferrari-11

É provavelmente a maior atracção do salão automóvel de Genebra, pois é um automóvel há muito esperado. É o melhor que a Ferrari sabe fazer, o expoente máximo da casa sediada em Maranello.

Eram muitos os rumores, as fotos espia, as especulações durante os últimos anos sobre as características técnicas que este Ferrari iria ter. Para começar a Ferrari baptizou o seu novo topo de gama de LaFerrari que segundo o presidente da marca italiana, Luca di Montezemolo é a expressão máxima do que define a marca: “excelência”.

E as características e prestações do modelo LaFerrari espantam uma vez mais o mundo automóvel, algo que já é apanágio da marca italiana. Assim o modelo agora apresentado é o primeiro modelo da Ferrari a estar equipado com a tecnologia híbrida Hy-Kers, a mesma que é usada na Fórmula 1, exibindo assim a experiência adquirida na categoria máxima do desporto automóvel.

laferrari-9

Juntamente com um motor V12 com 6,3 litros de capacidade que produz 800 cavalos de potência máxima às 9250 rotações por minuto, está um pequeno motor eléctrico que permite mais 163 cavalos. Potência total combinada de 963 cavalos.

As prestações do LaFerrari prometem ser extraordinárias, a velocidade máxima será superior a 350 km/h e o arranque de 0 a 100 km/h deverá ser cumprido em menos 3 segundos.

Este sistema terá o mesmo funcionamento do Kers usado na Fórmula 1. Basicamente funciona da seguinte maneira; nas desacelerações e travagens, este sistema aproveita essa energia criada para carregar as baterias de iões de lítio, permitindo assim um fornecimento dessa energia ao motor eléctrico com o objectivo de aumentar a performances do automóvel.

laferrari-7

Mas esta tecnologia também permite menores consumos e menos emissões de CO2. E segundo a Ferrari os valores andarão pelos 330 g/km de CO2, que eventualmente poderá ser reduzido para 220 g/km numa condução menos entusiasta. Valores (baixos) que ainda assim surpreendem tendo em conta o caracter deste automóvel.

No capítulo do chassis, o mesmo é composto por quatro tipos de materiais leves, que permitem aumentar de forma exponencial a rigidez torsional. As baterias e o depósito de combustível estão colocados atrás do condutor, o que permite reduzir o centro de gravidade.

Só serão produzidos 499 LaFerrari, e os futuros proprietários só poderão escolher entre três cores disponíveis. O preço já tinha sido revelado anteriormente, qualquer coisa como 1,2 milhões de euros, antes de impostos. As primeiras unidades a serem entregues estão agendadas para Dezembro deste ano.

Sérgio Gonçalves

3 Responses to LaFerrari

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.