MAN e Elisabete Jacinto em competição no Rali de Marrocos

Published On 11 de Outubro de 2013 | Desporto

MAN-TGS-de-Elisabete-Jacinto

Depois de uma bem-sucedida participação no Africa Eco Race e na Baja España Aragon, onde em ambas as ocasiões subiu ao pódio, o MAN TGS do Team OLEOBAN® /MAN Portugal está de regresso às competições. A equipa portuguesa de todo-o-terreno vai disputar a 14ª edição do Rallye Oilibya du Maroc, uma das maiores maratonas africanas de todo-o-terreno, que decorre entre 13 e 19 de Outubro.

Serão seis dias de competição, compostos por 2051 quilómetros, 1517 dos quais cronometrados. Ao longo desta corrida o MAN TGS de Elisabete Jacinto verá a sua fiabilidade, potência e robustez postos à prova, ao debater-se com as dificuldades naturais do percurso escolhido pela NPO para este rali, bem como na luta pelas primeiras posições contra os adversários da categoria camião.

Nesta competição, que vai cruzar as dunas do Erg Chebbi e Chegaga, Elisabete Jacinto é considerada, pela organização da prova, piloto prioritário. Esta foi a primeira vez que a NPO reconhece pilotos de camião como prioritários.

Team Oleoban MAN Portugal na final

A pensar na exigência do traçado deste Rali, a equipa lusa, formada por Elisabete Jacinto, José Marques e Marco Cochinho, esteve em Marrocos a realizar um conjunto de testes ao MAN TGS, que passaram pela afinação dos amortecedores, teste do sistema beadlock, que permitirá rolar na areia com a pressão baixa, evitando que o pneu saia da jante. A equipa aproveitou ainda para treinar as técnicas de condução e navegação necessárias para ganhar ritmo para esta grande maratona africana.

Elisabete Jacinto, que é o piloto português com mais participações em provas africanas, tentará aos comandos do seu MAN TGS juntar mais um pódio ao seu palmarés, ao lado dos muitos já conseguidos nesta importante prova marroquina.

Segue-me
Latest posts by Rui Augusto (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.