Menu Fechar

Maserati MCXtrema: a “besta” é libertada na pista antes da primeira entrega

O Maserati MCXtrema, a “besta” intransigente do Tridente com 730 cv, regressou para ser libertado no seu ambiente natural: a pista. Será submetido a uma série de testes até ao final de abril, tendo em vista a entrega do primeiro modelo, prevista para o final do verão de 2024.

O MCXtrema, um automóvel de competição não homologado para a estrada, produzido em 62 unidades, foi criado para quebrar os moldes e inventar novos paradigmas. O epítome do ADN Maserati e do extraordinário desempenho caraterístico de tudo o que a marca 100% italiana produz, o MCXtrema oferece provas da sua atitude disruptiva em relação às corridas entre as bermas do circuito, onde pôde ser visto em ação numa série de testes fundamentais para recolher os dados necessários para as afinações finais. A criação exclusiva da Trident é um dos carros mais arrojados da marca em termos de desenvolvimento e é uma evolução do superdesportivo Maserati MC20, sua inspiração e base.

Em fevereiro, teve a sua primeira saída oficial no Autódromo Varano de’ Melegari (Parma), onde o MCXtrema foi levado para a pista pelo piloto de testes chefe da Maserati, Andrea Bertolini, um dos pilotos mais bem sucedidos na classe GT com quatro títulos mundiais a bordo do glorioso MC12, que tem trabalhado no seu desenvolvimento no simulador dinâmico desde as fases iniciais.

O shakedown de fevereiro e as etapas subsequentes para aperfeiçoar o seu desempenho foram o cenário ideal para libertar toda a potência do motor V6 twin-turbo de 3,0 litros com 730 cv (540 kW), baseado no Maserati Nettuno e levado ao próximo nível.

O MCXtrema beneficiou do mais recente e avançado equipamento do mundo a que a Maserati tem acesso. As contribuições fundamentais foram dadas pela equipa de Análise Virtual, utilizando a tecnologia de ponta no simulador dinâmico da Maserati, e pela equipa de Calibração do Grupo Motopropulsor, responsável pela gestão da enorme potência fornecida pelo motor Nettuno. A experiência adquirida durante o desenvolvimento do Maserati MC20, a caraterização aprofundada de cada componente e os rigorosos testes de bancada ao motor garantiram a maior precisão na simulação, assegurando que um automóvel extremamente significativo chegaria às fases de teste em pista com valores semelhantes aos das validações no simulador, necessárias apenas para a afinação no mundo real.

O trabalho virtual efectuado com o MCXtrema – cerca de 200 horas no simulador dinâmico da Maserati e 1000 horas de análise virtual para simulações de vários tipos, bem como a comparação com o feedback da pista, combinados com os quatro anos anteriores de desenvolvimento do MC20 e as subsequentes verificações de fiabilidade do motor – tornaram possível a criação de um automóvel que representa agora o último grito em termos de engenharia avançada e inovação, onde o design perfeito criado pelo Centro Stile da Maserati converge com os requisitos de engenharia de uma aerodinâmica eficiente para cada configuração de pista.

Sérgio Gonçalves

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.