Mercedes-Benz introduz uma nova nomenclatura

Published On 13 de Novembro de 2014 | Geral

Mercedes-Maybach S 600 (X 222) 2014

A Marca Mercedes-Benz continua a apostar no seu progresso dinâmico. Como prova destes desenvolvimentos, foram introduzidas ontem duas novidades ao mundo da Marca, em Sindelfingen, por Ola Källenius, membro do Conselho de Administração da Mercedes-Benz Cars e responsável por Marketing & Sales, e pelo Dr. Jens Thiemer, responsável de Marketing dos veículos de passageiros da Mercedes-Benz. Com o nome Mercedes-Maybach, a Marca da estrela está agora a alargar a sua oferta no exclusivo segmento topo de gama com esta nova submarca. Antes do final de novembro, o novo Mercedes-Maybach S 600 fará a sua estreia em Guangzhou e em Los Angeles. O Mercedes-Maybach Classe S funde a perfeição do melhor automóvel do mundo com a exclusividade da Maybach. A Mercedes-Benz entrará em 2015 com o lançamento de novas designações para os seus modelos e tipos de motores, oferecendo assim aos seus clientes um modo simples e transparente de identificar as suas escolhas dentro do crescente portfólio de modelos.

Mercedes-Maybach personifica “o melhor” na sua forma mais exclusiva
Em 2013, a Mercedes-Benz lançou o seu novo Classe S, o melhor automóvel do mundo. Nenhum outro veículo incorpora os valores da Mercedes-Benz como o Classe S. O alcance oferecido pela gama de modelos desta classe é já considerável, apesar de a sua expansão de três para seis versões de modelos não estar ainda completa. A gama varia entre o Classe S mais desportivo de todos os tempos (S 63 AMG), o mais eficiente (S 500 PLUG-IN HYBRID, no futuro S 500 e) e o mais tecnológico, o S 500 Intelligent Drive, passando pelo mais elegante: o Classe S Coupé. Em termos de segurança, de sistemas de assistência e de condução parcialmente autónoma, o Classe S está muito à frente da concorrência.

O Mercedes-Maybach Classe S, que terá a sua estreia mundial antes do final de novembro, assinala assim o início de um novo capítulo na história da Marca. Este modelo expande a gama atual das limousines do Classe S com a adição de um veículo que estabelece uma nova referência de exclusividade e que cumpre os mais exigentes requisitos. Algumas das funcionalidades que o distinguem dos modelos de produção em série incluem o espaço adicional, bancos de luxo especiais e interiores de prestígio, oferecendo inúmeras possibilidades de individualização. Como resultado, os veículos Mercedes-Maybach cumprem os requisitos dos clientes mais exigentes em todo o mundo. Mercedes Maybach não é uma linha de equipamento – é uma submarca que, no futuro, irá representar os veículos de luxo da Mercedes-Benz de uma forma ainda mais exclusiva.

Nomenclatura simples e transparente para uma melhor orientação
O portfólio de modelos da Mercedes-Benz expandiu-se rapidamente nos últimos anos e continua a crescer. A bem-sucedida iniciativa de modelos globais, que ainda está em curso, significa que até 2020 a marca premium sediada em Estugarda terá lançado mais de 30 modelos no mercado global, entre os quais pelo menos onze não têm um antecessor no portfólio de produtos atual. Esta iniciativa assenta nas diferentes versões de carroçaria e sistemas de motorização, o que resulta numa situação cada vez mais complexa na atribuição de nomes aos vários modelos. “Depois de mais de 20 anos de continuidade, envolvendo alguns dos nomes de produto mais reconhecidos e bem-sucedidos a nível mundial, estamos agora a tornar o nosso sistema de nomenclatura de veículos ainda mais compreensível. Tendo presente o apelo internacional da Marca, o nosso plano foi criar um sistema mais simples, mais transparente e mais lógico para as designações das nossas séries de modelos, com o objetivo de oferecer uma orientação clara aos nossos clientes”, afirmou o Dr. Jens Thiemer durante o lançamento da nova nomenclatura. “Agora é o momento ideal para o fazer, pelo que, em 2015, iremos atualizar virtualmente toda a nossa gama de modelos SUV, constituindo o ponto de partida perfeito para mudar o nome de toda a família de veículos”.

O sistema por detrás da nova nomenclatura é simples, claro e transparente. A designação do modelo é sempre um acrónimo constituído por entre uma a três maiúsculas. Os diferentes tipos de motor são indicados por uma minúscula. O sistema centra-se em redor das cinco principais séries de modelos, A, B, C, E e S, que continuarão a ser utilizadas para oferecer orientação aos nossos clientes. No caso das designações de modelo dos SUVs, num tributo ao lendário Classe G, todos os modelos deste segmento terão no futuro as primeiras duas letras “GL” no nome. O “G” denota aqui a linhagem do veículo. O “L” é a letra que aparece constantemente ao longo da história da Mercedes-Benz. É uma letra de ligação que facilita recordar as designações do modelo e a sua pronúncia; é familiar no lendário SL, por exemplo, ou nos mais recentes CLS e CLA. É seguida pela terceira letra, que indica a relação com a série de modelos principal relevante.

New nomenclature Mercedes-Benz model series

Em termos específicos:

GLA = GL Classe A
GLC = GL Classe C; anteriormente GLK
GLE = GL Classe E; anteriormente Classe M ou ML
GLE Coupé = GL Classe E Coupé
GLS = GL Classe S; anteriormente GL
G = inalterado

O sistema dos Coupés de 4 portas é construído de modo semelhante. As primeiras duas letras, “CL”, denotam a origem, a terceira letra a ligação a uma das séries de modelos principais: por outras palavras, CLA e CLA Shooting Brake, ou CLS e CLS Shooting Brake.

A partir de 2016, todos os Roadsters incluirão “SL” nos seus nomes para denotar a sua origem, sendo a terceira letra uma vez mais a ligação a uma das séries de modelos principais. O SLK torna-se assim no novo SLC. Tal como no caso do G, o SL mantém a sua designação como até agora, em reconhecimento do seu estatuto icónico.

Num desenvolvimento paralelo às designações das séries de modelos, os diferentes tipos de motores terão também novas designações. Estas são mais curtas do que as designações utilizadas até agora e permitem uma orientação clara. As tampas da bagageira terão no futuro letras minúsculas, cujo significado é o seguinte:

c para “gás natural comprimido” (Natural Gas Drive atualmente)
d para “diesel” (BlueTEC e CDI atualmente)
e para “elétrico” (PLUG-IN HYBRID, BlueTEC PLUG-IN HYBRID e Electric Drive atualmente)
f para “célula de combustível” (F-CELL atualmente)
h para “híbrido” (HYBRID e BlueTEC HYBRID atualmente)

New nomenclature Mercedes-Benz drive systems

Tal como acontece agora, não haverá sufixo para os modelos a gasolina. A designação 4MATIC definida e estabelecida para todos os veículos de tração integral permanece inalterada e, com efeito, irá celebrar o seu trigésimo aniversário no próximo ano. Devido ao modo como a Mercedes-Benz evoluiu para a Marca líder na tração integral, 4MATIC irá desempenhar no futuro um papel ainda mais importante no portfólio de modelos. Como resultado da crescente procura, serão adicionados futuramente mais modelos ao segmento de tração integral.

Segue-me
Latest posts by Rui Augusto (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.