Novo Honda CR-V

Published On 14 de Novembro de 2012 | Novidades

A Honda anunciou a chegada a Portugal da 4ª geração do Honda CR-V. Desde o início do mês que este modelo está a ser comercializado. O CR-V é um dos modelos mais emblemáticos da história da marca e que foi pioneiro, em 1998, de um segmento de mercado que rapidamente se tornou bastante popular – os SUV’s (Sport Utility Vehicle).

Este tem sido um modelo de enorme sucesso para a Honda. Em Portugal, os CR-V´s são já mais de 4.200 e em todo o Mundo existem mais de 5 milhões de unidades a circular.

A nova geração Honda CR-V eleva a fasquia em termos de comportamento, segurança e ergonomia. Para além disso, possui agora um design mais moderno, mais qualidade e mais espaço, sendo de realçar a sua capacidade de bagagem, que se viu aumentada em 65 litros, contabilizando agora 1.146 litros (com os bancos traseiros para baixo) Foi introduzido também o sistema de rebatimento dos bancos num movimento único que melhora assim a versatilidade deste modelo. O novo SUV é mais curto e mais baixo que o modelo anterior e oferece uma bagageira com portão eléctrico.

Em comparação com a anterior geração do CR-V, o novo modelo adopta uma postura mais agressiva e aerodinâmica, com uma carroçaria de linhas fortemente esculpidas e uma frente mais arrojada. As linhas suaves e fluidas do pára-choques dianteiro são unidas pela grelha horizontal de três braços e pelos faróis profundos. A parte inferior do pára-choques dianteiro foi concebida para dar ao carro uma capacidade SUV, com um ângulo de ataque generoso. As luzes traseiras verticais características do CR-V, estreadas no modelo original, ainda permanecem, mas agora com um estilo mais tridimensional. As grandes rodas do CR-V e as suas arrojadas cavas destacam ainda mais a presença e as capacidades do veículo.

No nosso mercado estão disponíveis para já 2 motorizações que receberam melhorias significativas em termos de consumos e emissões. Poderá encontrar-se um motor 2.0 litros i-VTEC a gasolina ou um motor 2.2 litros i-DTEC diesel. Estas duas motorizações são um desenvolvimento dos motores que equipavam a terceira geração do CR-V, mas foram ambos, minuciosamente, redesenhados com um foco na redução das emissões do escape. “Colocámos muito ênfase na aplicação de novas tecnologias para reduzir a fricção nos nossos motores e melhorar a sua eficiência,” explica o Sr. Nakagawa. A tecnologia de paragem automática ao ralenti (Start-stop) também está presente em todas as versões equipadas com caixa manual de seis velocidades. Foram alcançadas melhorias nos consumos de combustível e na redução das emissões de CO2 do novo CR-V, sem comprometer o prazer de condução do veículo.

Grande novidade nesta geração, é também a introdução de uma versão 2WD, para já apenas acessível com a motorização a gasolina.

O Novo Honda CR-V terá 5 versões distintas:

2.0 i-VTEC 2WD Active 27.100€
2.0 i-VTEC 2WD Active Top 28.900€
2.2 i-DTEC 4WD Elegance 42.900€
2.2 i-DTEC 4WD Lifestyle 45.900€
2.2 i-DTEC 4WD Executive 48.900€

Ao nível dos equipamentos, as versões Active e Active Top são versões especiais de lançamento. As versões Elegance e Active Top incluem Jantes em liga leve de 17”, volante em pele multifunções, ar condicionado automático bi-zona, ficha USB e Aux, VSA e TSA. Sensores de estacionamento, câmara de estacionamento traseiro, Bluetooth, i-MID e Assistência ao arranque em subida. A versão Lifestyle adiciona ao equipamento anterior os Faróis bi-xénon, sistema de suporte de máximos, luzes de curva activas e soleiras de porta iluminadas. Estofos em pele e alcântara, sistema de áudio premium, vidros escurecidos, jantes em liga leve de 18” e barras de tejadilho. A versão de topo, Executive tem o equipamento anterior, mais estofos em pele e tecto panorâmico, regulação eléctrica dos bancos com memórias no lado do condutor, sistema de arranque inteligente sem chave e portão da bagageira com abertura eléctrica.

Segue-me
Latest posts by Rui Augusto (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.