Nürburgring

Published On 28 de Julho de 2012 | Locais

O circuito de Nürburgring é um dos mais antigos e o maior do mundo em actividade. Localizado entre Colónia e Frankfurt, o circuito foi inaugurado em 1927 com 28.265 km de extensão. Hoje conta apenas com 22.810 km utilizados maioritariamente em trackdays e testes e um circuito de 5,148 km utilizado para Fórmula 1.

“Numa volta a fundo em Nürburgring, provavelmente experimentará mais sensações em 7 minutos…do que muita gente experimentou nas suas vidas, na forma de medo, na forma de tensão e na forma de animosidade para com a máquina e a pista”, disse Jackie Stewart.

Jackie Stewart apelidou também a pista de “Inferno Verde”, sem qualquer sentido de humor, pois a maioria do traçado corre no meio de uma densa floresta. Essa alcunha, mantém-se até hoje. Durante mais de 80 anos, o circuito de Nürburgring Nordschleife tornou-se a melhor pista para testar a simbiose entre o homem e o automóvel, tornando a Meca para os entusiastas de automóveis em todo o mundo. Não há nada parecido no mundo, nem que se assemelhe remotamente.

Situado entre as infinitas árvores verdes das montanhas Eifel, no oeste da Alemanha, este circuito de 22 km é sem dúvida o circuito mais difícil, exigente e perigoso que existe, apesar disso, é um circuito aberto ao público!

O Nordschleife (que significa traduzido o anel do norte) apresenta muitas curvas arrebatadoras, pisos variáveis, diferentes climas, subidas e descidas dramáticas, e uma recta enorme onde as velocidades terminais podem ser alcançadas. A diferença de altitude entre o ponto mais alto e o mais baixo é de 300m. A pista é também estreita e pior que isso, quando se sai há pouco espaço até se bater contra uma protecção. Actualmente, Nürburgring é o critério pelo qual todos os carros de produção com apetências desportivas são medidos e comparados. Pode haver outras pistas, mas existe apenas uma como Nürburgring. Dizem que são os melhores 22 km de asfalto em todo o mundo.

circuito de nürburgring

Nürburgring fica junto à cidade de Nürburg, que curiosamente está localizada dentro do perímetro da pista.

Nürburgring significa ‘circuito de Nürburg’. A pista foi construída no ano de 1927 e apesar de ter sofrido algumas alterações, a maior parte do traçado original mantém-se. Existiam dois circuitos diferentes, o anel norte e o anel sul. O Nordscheleife conserva a maior parte do traçado original.

O Südscheleife foi demolido para dar lugar no mais recente circuito da Fórmula 1, depois do acidente que quase custou a vida a Nikki Lauda em 1976. O circuito da fórmula 1 tem a extensão de 4,5km, é moderno e segue as mais recentes normas de segurança. Alterna com Hockenheim para a realização do Grand Prémio da Alemanha de Fórmula 1.

É também interessante o facto de que as duas pistas, uma muito segura e a outra perigosa, vêm o seu traçado combinar-se para algumas provas como as 24h de Nürburgring, com a extensão de 24,4km (Gesamtstrecke).

Fangio foi sempre o piloto mais rápido no circuito. Ganhou tanto na Fórmula 1 como nos 1000km de Nürburgring. Mas muitos outros se seguiram tais como: Stirling Moss, Graham Hill, John Surtees (2 vezes), Jim Clark, Jack Brabham, Dennis Hulme o Jackie Stewart (que voltaria a ganhar duas vezes mais nos anos 70).

Nesse mesmo ano de 76, batia-se o record do circuito, que é ainda hoje uma das voltas mais rápidas. Esse record foi protagonizado pelo piloto Suíço da Ferrari Clay Regazzoni com um tempo de 7 minutos e 6 segundos durante uma corrida. No dia anterior, Nikki Lauda tinha feito um espectacular tempo em classificação, inferior a 7 minutos, que seria a primeira vez na história em que se conseguia baixar essa fasquia. No mesmo fim-de-semana, o acidente de Lauda punha fim à Fórmula 1 em Nürburgring no Nordcheleife.

A história do circuito fica também marcada por muitas ocasiões de desgraça. Em 1958 Peter Collins perdia a vida na secção de Pflanzgarten. Mas muitos outros pilotos profissionais e entusiastas perderam a vida no circuito em simples trackdays.

Jackie Stewart tem ainda uma outra frase famosa: Se gostas de Nürburgring… ou não foste as vezes suficientes ou então estás louco!

Até há pouco tempo o circuito de Nürburgring era apenas conhecido de alguns aficionados e praticamente só na Europa. Contudo, uma série de eventos e acontecimentos catapultaram a popularidade do circuito Alemão, nomeadamente:

  • A inclusão do Nordschleife em jogos com o Gran Turismo 4 ou Project Gotham Racing
  • Fabricantes de automóveis usaram o circuito como ferramenta de marketing, exigindo que os seus carros conseguissem voltas abaixo dos 8 minutos, para serem considerados superdesportivos, nomeadamente o Nissan GT-R
  • Os vários vídeos virais na internet, em especial no YouTube, ex: Porsche/RUF “Yellowbird”
  • Vários relatos colocados na internet de entusiastas que visitaram o circuito
  • O episódio do Top Gear de Novembro de 2004 em que Jeremy Clarkson conduz um Jaguar diesel numa volta em menos de 10minutos.

Estes factos e outros criaram à volta de Nürburgring um culto incomparável. Os fans escrevem até normalmente mensagens no asfalto alusivas aos automóveis.

Hoje em dia não conhecer Nürburgring e alguns dos seus factos é praticamente como estar por fora do automobilismo. Enquanto para muitos Europeus, uma visita a Nürburgring é relativamente acessível com o seu carro, para quem vive nos outros continentes, continua a ser um sonho difícil de alcançar. Uma peregrinação ao circuito mais exigente do mundo para conduzir é um sonho para muitos aficionados de automóveis.

Há várias formas para se percorrer Nürburgring. Pode-se levar o próprio carro, alugar um carro de trackdays, e andar no Ring-Taxi. É verdade que muitos entusiastas dão boleias a quem quer experimentar as emoções do circuito no lugar do lado direito. Mas para se ter uma ideia de como é correr no circuito o Ring-Taxi pode ser o ideal. São usados normalmente carros de elevada performance como o BMW M5 e pilotos experientes, o que garante emoções fora do comum.

Actualmente o circuito de Nürburgring foi dado como insolvente. Entre 2007 e 2009 o governo alemão construiu um parque de lazer enorme no circuito de Nürburgring. Este projecto baseou-se em estatísticas erradas de afluência de público, tem também uma dimensão muito grande, tendo sido também um projecto mal executado. O parque tem uma montanha russa que não funciona, mais quartos de hotel do que a região precisa, uma arena de eventos com espaço para 3.000 pessoas e um centro comercial. Na maioria das vezes o parque está praticamente vazio. Como o projecto não teve sucesso, hoje o circuito, controlado pelo governo, tem dívidas na ordem dos 350 milhões de euros e precisaria de uma verba de 13 milhões para continuar a funcionar tal como está.

O parque está ainda a promover outro tipo de eventos que não ligados ao automobilismo, mas fazendo uso da marca Nürburgring, mas o sucesso tem sido baixo.

Existe um movimento que tenta desesperadamente manter o autódromo em funcionamento como é hoje. Esse movimento pretende separar o circuito do parque, que os actuais detentores do parque sejam substituídos por pessoas que percebam de automobilismo, e a promoção da herança automobilística, em vez das montanhas russas. Espera-se que Nürburgring possa continuar a fazer parte do imaginário dos entusiastas dos automóveis.

Nenhum texto, fotos ou vídeos poderão transmitir o que é o Nordscheleife, não se sabe muito bem o que pode acontecer a este circuito de culto, mas certamente que haverá soluções para os problemas financeiros do mesmo. Nürburgring é fantástico…

Segue-me
Latest posts by Rui Augusto (see all)

5 Responses to Nürburgring

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.