O futuro MX-5 poderá ter uma motorização a gasóleo

Published On 6 de Maio de 2013 | Novidades

Mazda-MX-5-diesel

Esta é uma daquelas notícias que muitos fãs de automóveis, em especial de automóveis focados no comportamento dinâmico e no prazer de condução, não apreciam. Contudo é cada vez mais uma realidade em várias marcas e modelos.

A japonesa Mazda é uma das que não fecha a porta a essa possibilidade, e está mesmo a equacionar a possibilidade de equipar o seu futuro roadster MX-5 com uma unidade motriz a gasóleo, o que será inédito na história do modelo.

Segundo a imprensa estrangeira especializada, em particular a Autocar, a quarta geração deste emblemático modelo será apresentada no final de 2014 e provavelmente contará com o tal motor a gasóleo.

Ainda assim tendo em conta o caracter do modelo, e o facto do peso inferior dos motores a gasolina, assim como o seu caracter mais rotativos, este tipo de motores deverão ser os mais atractivos para os clientes. Depois existe um certo desconhecimento de como o mercado iria reagir à introdução de um motor diesel neste modelo e neste segmento, ou seja se haverá potenciais interessados.

O novo MX-5 terá inicialmente um motor com 1,6 litros de capacidade (Skyactiv) com cerca de 130 cavalos de potência.

Outra prioridade da marca japonesa é que a futura geração deste modelo tenha as mesmas dimensões do modelo original, ou seja 3950 mm de comprimento, 1670 mm de largura, 1220 mm de altura e 2270 mm de distância entre eixos.

Outra preocupação é na redução em termos de peso. E como tal, é muito provável que o futuro MX-5 seja construído com recurso a novos materiais e técnicas de design que permitam uma significativa redução de peso em relação à geração actual. O objectivo principal é não superar os 800 kg de tara.

Em 2015, o MX-5 irá ter um” irmão” italiano, pois a Alfa Romeo, está a desenvolver o novo Spider, que será produzido e desenvolvido em conjunto com o MX-5. Porém é pouco provável que a marca italiana introduza na gama motores a gasóleo.

Para finalizar, tanto o Spider como o MX-5 deverão ser equipados de série com uma caixa manual de 6 velocidades e em opção poderão contar uma caixa automática com patilhas no volante.

Sérgio Gonçalves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.