Menu Fechar

O novo MINI Countryman

Apresentado hoje no Salão Internacional do Automóvel IAA, em Munique, o MINI Countryman é proposto pela primeira vez com opção de motorização totalmente eléctrica ou a combustão. Agora na sua terceira geração, o maior membro da família MINI cresceu em estatura, ganhando seis centímetros em altura e 13 centímetros em comprimento. O primeiro MINI Countryman totalmente elétrico assinala um passo fundamental no percurso da MINI para se tornar uma marca totalmente eléctrica.

“Com o MINI Countryman totalmente elétrico, o maior modelo da nova família de veículos MINI leva a marca a uma era de mobilidade eléctrica sem emissões locais. O primeiro MINI a ser fabricado na Alemanha também oferece o mais alto nível possível de compatibilidade ambiental na produção. A sua versatilidade e a potente propulsão eléctrica fazem dele o companheiro perfeito na cidade, bem como para aventuras fora dela”, afirma Stefanie Wurst, Directora da MINI.

“O novo MINI Countryman é o nosso veículo para toda a família. Na sua última geração, não cresceu apenas em altura, comprimento e interior – também melhorou visivelmente em termos de carácter, aparência e experiência. Está agora ainda mais presente, mais espaçoso e mais estável. A sua presença na frente reflecte-se nas proporções rectas e na orientação vertical da linguagem de design. O seu carácter sólido e estável é também imediatamente reconhecível pela grelha do radiador mais distinta, pelos faróis característicos e pelo capot muito escultural”, afirma Oliver Heilmer, Diretor de Design do MINI.

O MINI Countryman totalmente elétrico está disponível em dois níveis de desempenho – E e SE ALL4, enquanto o Countryman a combustão está disponível em três níveis – C, S ALL4 e JCW ALL4.

Agora, na sua terceira geração, o novo MINI Countryman oferece a versatilidade de um crossover compacto, mantendo as proporções icónicas do MINI: balanços curtos, um capot curto e uma distância entre eixos longa e contrastante, enquanto as jantes maiores, as cavas das rodas mais largas e a remoção dos detalhes cromados aumentam a presença do veículo na estrada. Este design exterior contemporâneo é apoiado por superfícies claras, um tejadilho ligeiramente curvo e um pilar C de novo design, que faz com que o veículo pareça mais curto.

A dianteira do modelo é caracterizada por uma nova grelha octogonal com um pequeno sensor de radar integrado na sua superfície para permitir a condução semi-automática de Nível 2 – uma estreia para a marca MINI. Os faróis de novo design são oferecidos com três assinaturas de luz únicas pela primeira vez, e os elementos de luz diurna podem ser comutados para criar três assinaturas de luz ajustáveis. Na traseira, os grupos de luzes verticais que lembram o design clássico do Mini podem ser comutados para diferentes modos da mesma forma que os faróis dianteiros. Para além disso, todos os modos de luz começam e terminam com uma animação de boas-vindas e de despedida especialmente orquestrada.

O novo MINI Countryman está disponível em três versões diferentes: Classic, Exclusive e Sport. A versão Classic apresenta o logótipo na nova cor Vibrant Silver, e uma gama de três acabamentos de pintura exterior (Melting Silver, Midnight Black e Nanuq White), duas opções de cor de tejadilho e três opções de jantes, proporcionando aos clientes a máxima flexibilidade.

A versão Exclusive acrescenta elementos de design exterior adicionais, como a opção de um tejadilho Multitone com uma combinação de seis cores diferentes, bem como a grelha dianteira em Prata Vibrante para combinar com o logótipo MINI.

Por fim, o acabamento Sport oferece um design dianteiro e traseiro distinto, incluindo para-choques dianteiro, para-choques traseiro, saia lateral e spoiler redesenhados, utilizando o preto brilhante como moldura para a grelha dianteira e a cor do logótipo. Combinado com um tejadilho em Vermelho Chili contrastante e faixas do capot em vermelho/preto disponíveis como opção, não há dúvida de que o acabamento Sport foi inspirado pela sua história nos desportos motorizados.

O interior do veículo reflecte o design minimalista do Mini clássico, utilizando apenas o painel de instrumentos redondo no centro e a infame barra de alternância por baixo. No novo MINI Countryman, são precisamente estes dois elementos, em combinação com o volante, que são o foco do habitáculo interior.

O painel de instrumentos curvo apresenta, pela primeira vez, uma superfície têxtil, onde foi utilizado um processo de tricotagem especialmente desenvolvido para criar um tecido versátil e de fácil manutenção num design de duas cores, feito inteiramente de poliéster reciclado. Exclusivos do Countryman, os elementos de design, como as saídas de ar e os puxadores das portas, estão alinhados verticalmente. Atrás do volante, o head-up display opcional garante que todo o conteúdo relevante aparece no campo de visão do condutor.

As formas claras no cockpit e o maior espaço nos bancos dianteiros conferem ao interior uma sensação moderna e espaçosa, enquanto um teto panorâmico em vidro opcional inunda o interior com luz natural. O condutor e o passageiro da frente podem desfrutar de um conforto significativamente melhorado com quase três centímetros de largura adicional na zona dos ombros e cotovelos, enquanto os passageiros traseiros beneficiam de 2,5 centímetros de espaço adicional. Entre os bancos dianteiros, um amplo apoio de braços ajustável aumenta o conforto e, opcionalmente, os clientes podem selecionar bancos eletricamente ajustáveis com memória e funções de massagem.

Por baixo do painel de instrumentos, a nova barra de comando aloja as funções de condução mais importantes: travão de estacionamento, seletor de velocidades, tecla start/stop, seletor do modo de experiência e controlo do volume. Sem a necessidade de uma alavanca de velocidades, o novo MINI Countryman oferece mais espaço de arrumação na consola central, com suportes para copos maiores e um compartimento de arrumação aberto, juntamente com uma área de carregamento sem fios. Para os clientes que optem pelo acabamento Exclusive, uma superfície em malha e uma correia têxtil são de série.

Para os clientes que optam por uma unidade de combustão, a traseira do veículo oferece um espaço versátil onde, opcionalmente, a fila traseira de bancos é ajustável até 13 centímetros – proporcionando maior espaço para as pernas ou espaço adicional na bagageira. Os encostos dos bancos são também ajustáveis individualmente em seis posições até 12 graus. Com os bancos traseiros rebatidos, o espaço da bagageira aumenta de 460 litros para uns consideráveis 1.450 litros. Um compartimento adicional no piso proporciona um espaço conveniente para carregar os acessórios do modelo totalmente elétrico.

O primeiro MINI Countryman totalmente elétrico apresenta um grupo motopropulsor completamente novo e está disponível em duas variantes: Countryman E e Countryman SE ALL4 com uma potência aumentada, dois motores eléctricos e tração integral.

O Countryman E dispõe de uma bateria de alta tensão com uma capacidade de 64,7 kWh, que permite uma autonomia eléctrica de até 287 milhas, de acordo com o ciclo de testes WLTP. Um motor elétrico de 150 kW/204 cv gera um binário de 250 Nm, impulsionando o veículo dos 0 aos 100 km/h em 8,6 segundos e atingindo uma velocidade máxima de 105 km/h.

Com uma potência de 230 kW/313 cv, o motor elétrico do MINI Countryman SE ALL4 alcança um binário combinado de 494 Nm, acelerando o veículo dos 0 aos 100 km/h em 5,6 segundos, antes de atingir uma velocidade máxima de 111 km/h. Equipado com a mesma bateria que o Countryman E, a autonomia eléctrica é de 269 milhas.

Sérgio Gonçalves

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.