Os primeiros Ford GT já saíram da linha de produção

Published On 17 de Dezembro de 2016 | Curiosidades

As primeiras unidades do novo e muito esperado supercarro da Ford começaram a sair das linhas de montagem para serem posteriormente entregues aos futuros proprietários.

A produção do exclusivo automóvel é efetuada em solo Canadiano mais concretamente em Ontário pelas mãos dos especialistas da Multimatic, uma equipa de engenheiros e especialistas de competição que ajudaram a desenvolver o novo modelo.

De forma a comemorar a saída da primeira viatura da linha de montagem, a marca americana convidou Raj Nair (vice-presidente, além de outros cargos importantes que detém na Ford) para conduzir um dos primeiros exemplares.

Com a produção limitada a 500 unidades para os primeiros dois anos, muitos pensaram que este seria o numero final de GTs, porém a Ford já confirmou outros dois anos para produzir mais outros tantos exemplares.

Para os que ainda não conhecem o modelo em questão, este é um automóvel desportivo com chassis monocoque produzido em fibra de carbono. A motorização escolhida é V6 de 3,5 litros de capacidade (ecoboost), biturbo que debita 600 cavalos para as rodas traseiras através de uma caixa de velocidades automática de dupla embraiagem com 7 relações.

Este modelo foi dado a conhecer pela primeira vez em Janeiro de 2015 no Salão Automóvel de Detroit nos EUA. Depois disso o Ford GT de competição saiu vencedor das 24 Horas de Le Mans, 50 anos depois do saudoso Ford GT40 ter alcançado o mesmo feito.

Segundo Raj Nair, os dois principais objetivos estão compridos, a vitória do Ford GT em Le Mans em 2016 assim como as primeiras entregas de unidades a clientes do modelo civil.

A Ford não divulgou para quem será o primeiro exemplar, mas deverá ser fácil “esconder” esse facto por muito tempo.

Sérgio Gonçalves
Latest posts by Sérgio Gonçalves (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.