Peugeot 2008 1.4 HDi Allure – Fórmula de sucesso

Published On 12 de Março de 2015 | Ensaios

IMG_8756

O mercado automóvel europeu em geral e o nacional em particular parece ter sido conquistado de forma esmagadora pelos SUV/Crossover, em especial os modelos mais compactos como é o caso do unidade aqui ensaiada.

A tendência de crescimento neste segmento particular parece ter vindo para ficar, e os valores de vendas de automóveis como o Renault Captur, o Peugeot 2008, Nissan Juke entre outros, refletem o desejo dos consumidores, que adoram este tipo de automóveis.

IMG_8759

São económicos, as posições de condução mais elevadas facilitam a condução, têm mais espaço que os automóveis de onde derivam, a sua maior altura ao solo revela-se uma enorme vantagem em ambientes urbanos e nas respetivas estradas em mau estado.

Mas comecemos para analisar o “pequeno” Peugeot 2008, este modelo é basicamente um 208 numa versão “maior”, já que usa a mesma plataforma mas é 20 cm mais longo (4,16cm), 25 cm mais largo (1,74cm) e claro é também mais alto.

IMG_8750

Já a distância entre eixos mantêm-se nos 2538mm mas a bagageira cresce cerca de 65 litros em capacidade para um total de 350 litros, ou 1172 quando se rebatem os bancos, valores positivos para o segmento B onde esta automóvel se insere.

Estas qualidades permitem ao 2008 ser um automóvel apetecível para pequenas famílias, que procuram um automóvel do segmento B mas que não dispensam espaço interior, sofisticação e claro espaço para as respetivas bagagens e “tralhas” do dia-a-dia.

IMG_8761

O design exterior revela traços gerais semelhantes à restante gama Peugeot, e claro muito semelhante ao “irmão” 208, com linhas elegantes e pormenores estilísticos que sobressaiam, como a grelha dianteira ou as inserções cromadas por cima das portas traseiras por exemplo.

Já no seu interior é possível constatar que o design e materiais utilizados são em tudo semelhantes aos usados no 208, onde apenas o maior espaço a bordo nos bancos traseiros e na mala salta à vista na diferença em relação ao modelo citadino. Com os bancos traseiros rebatidos é fácil obter uma boa área de carga já que os mesmos rebatem na totalidade permitindo um piso totalmente plano.

IMG_8768

Comandos fáceis e leves, boa ergonomia, volante pequeno como é comum na marca e facilidade em arranjar uma boa posição de condução fazem parte do menu deste automóvel.

Sentados ao volante é possível constatar que a maior altura ao solo permite melhor visibilidade. Depois em andamento é possível confirmar que a maior altura ao solo (+ 160mm em relação ao 208) permite a este modelo ser mais confortável em cidade, em especial em pisos degradados.

O comportamento do 2008 é seguro, previsível e mesmo não tendo um dinamismo semelhante ao 208 ganha (mais) pontos no conforto. Para além disso, para o que foi feito é extremamente competente, suave, e em estrada aberta é muito silencioso.

IMG_8781

A unidade ensaiada tinha como motorização o já “conhecido” 1.4 HDi de 68 cavalos. Esta é a versão menos potente, porém é também a mais acessível em termos de preço no que diz respeito à gama diesel.

Acoplado a uma caixa de 5 velocidades, este motor turbodiesel de 1,4 litros com 68 cavalos (binário máximo de 160 Nm) de potência é mais do que suficiente para circular em cidade, e permite viagens fora do ambiente urbano sem grandes embaraços.

IMG_8793

As performances anunciadas revelam que o tradicional exercício de 0 a 100 km/h é efetuado em 14,9 segundos e a velocidade máxima fica-se pelos 159 km/h. Consumo médio anunciado de 4litros/100km, e emissões de Co2 de 104 g/km.

Não conseguindo valores “entusiasmantes” no capítulo das performances, há que destacar o baixo consumo de combustível e o facto de ser mais do que suficiente para a maioria das famílias que optem para um automóvel deste género, que será conduzido a maior parte das vezes em cidade onde as performances não são um factor preponderante.

IMG_8765

O modelo ensaiado é a versão mais “recheada” em termos de equipamento de série, de onde se destacam o volante em couro preto, comandos do rádio e sistema de navegação no volante (este regulável em altura e profundidade), ar condicionado automático bi-zona, touch screen de 7 polegadas associado a seis altifalantes e sistema de ajuda ao estacionamento traseiro.

IMG_8787

Em jeito de resumo, se pretende um automóvel de reduzidas dimensões exteriores mas com espaço interior abundante, prático, confortável, recheado de equipamento, fácil de conduzir, com uma motorização a gasóleo de baixos consumos e emissões Co2, e com uma estética elegante este 2008 poderá ser uma opção válida para si.

Se quiser adquiri o modelo usado e exibido aqui nas fotos, pertencente à LPM, S.A. em Tomar, poderá adquiri-lo por 19.322 euros, com o nível de equipamento Allure.

Um especial agradecimento à Peugeot LPM, S.A. (Tomar), em particular ao Responsável da Área de Negócio Rui Farinha, pela disponibilidade da viatura aqui exibida para ensaio.

Para mais informações:
www.lpm.pt
Telefone: 249 310 700

Sérgio Gonçalves
Latest posts by Sérgio Gonçalves (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.