Radical RXC

Published On 13 de Setembro de 2013 | Novidades

zupradi0

Este modelo também está pelo Salão de Frankfurt e olhando para o seu visual é possível ver que é um automóvel desenhado para ser, o mais extremo e agressivo desportivo homologado para circular em estrada. Com uma carroçaria ao estilo do que se usa em Le Mans na categoria de protótipos, este consegue ser extremamente eficiente a ponto de criar cerca de 900 k de downforce a altas velocidades, tanto como o seu próprio peso.

50f3e66da9c78-DSC04255

Este modelo está equipado com um motor V6 de 3,7 litros de origem Ford (Duratec V6) que debita 380 cavalos de potência acoplado a uma caixa de 7 velocidades com comandos no volante. Uma transmissão da Quaife desenvolvida pela própria marca inglesa e que permite passagens de caixa em apenas 0,05 segundos.

Devido ao baixo peso e a potência, o Radical RXC acelera de 0 a 96 km/h em 2,8 segundos e atinge uma velocidade máxima de 282 km/h.

Radical-RXC-1

Em termos de suspensão este modelo está equipado com suspensões totalmente reguláveis e do tipo pushrod que permitem uma afinação ao gosto de uma condução para estrada ou para pista.

No capítulo da travagem os discos (flutuantes) da frente são de 330 mm de diâmetro e na traseira são de 310 mm, em opção pode ser equipado com discos em carbo-cerâmica. As jantes são de 17 polegadas e só tem um perne central, como é usado na competição.

Sendo um veículo radical (literalmente) não existe grandes concessões ao conforto, ainda assim está equipado com ar condicionado. No interior existem backets de competição da marca Corbeau, um para brisas aquecido e direcção assistida eléctrica que pode ser desligada através de um botão.

994810_10151466264037055_2038198422_n

Com preços a começar nas 94.500 libras (+/- 113.000 euros) este modelo poderá incluir vários opcionais, pagos à parte obviamente. A começar por jantes especiais forjadas, uma carroçaria totalmente produzida em fibra de carbono ou até mesmo um motor mais potente, um V8 de 3,0 litros com 480 cavalos de potência.

Já foram vendidos dois RXC até agora e ambos foram especificados tanto para um uso em pista como para serem usados em estrada.

Sérgio Gonçalves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.