Rede de radares já em 2013

Published On 18 de Maio de 2013 | Geral

vci

Este projecto de uma rede nacional de radares de controlo de velocidade tem luz verde para avançar já este ano. Desde 2004 que este projecto foi pela primeira vez anunciado, e que entre avanços e recuos, parece agora ser uma certeza. A rede nacional de radares integra a Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária.

Em 2004 o ministro da Administração Interna, Figueiredo Lopes revelou um projecto que previa cerca de 300 aparelhos de controlo de velocidade que eram para estar operacionais no verão desse mesmo ano. Porém isso acabou por não acontecer, e o “novo” prazo passou para 2008 e uma vez mais não foi cumprida a promessa. Mais recentemente chegou-se a avançar com um projecto de apenas 30 radares em 2010, mas voltou a não acontecer. Com isto passaram 10 anos, cinco governos e respectivos quatro ministros da Administração Interna.

Voltando ao presente, a ideia é agora recuperar a ideia inicial, e até ao final de 2013, o objectivo é instalar 30 radares num sistema rotativo por 50 locais diferentes. A revelação foi feita por Jorge Jacob o actual presidente da Autoridade Nacional da Segurança Rodoviária (ANSR).

Jorge Jacob revelou que o compromisso para este ano é mesmo para avançar, e deu como exemplo alguns dos radares que foram colocados recentemente em Lisboa mais concretamente no IC17/CRIL. Para além disto o presidente da ANSR informou que este projecto de controlo de velocidade através de uma rede de radares é para ser colocado nas zonas (pontos negros) mais críticas da nossa rede rodoviária. Este investimento terá um custo de 9 milhões de euros.

Não está definido ainda se estes radares vão estar identificados ou não, e tudo porque segundo Jorge Jacob, o custo será demasiado elevado se estes aparelhos tiverem identificados. Tudo porque segundo este responsável é necessário ter dois radares, um de pré-aviso e outro que tira a fotografia e respectiva coima. Ainda assim Jorge Jacob defende que esta rede de radares deveria estar identificada.

Sérgio Gonçalves

One Response to Rede de radares já em 2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.