Renault CACIA: transferência de actividade sem qualquer impacto

Published On 17 de Fevereiro de 2013 | Geral

renault-cacia

De pois de termos feito nota da possível transferência de produção das caixas de velocidades do tipo J feitas na fábrica da Renault em CACIA, a Renault vem agora comunicar que essa transferência não terá impacto na actividade normal nem sobre o nível de emprego.

As notícias surgiram no âmbito do ciclo de negociações actualmente em curso, em França, entre a Direcção do Grupo e as organizações sindicais para um acordo de competitividade e uma nova dinâmica de crescimento da produção da Renault nas unidades industriais em França.

Em 2013, o Grupo Renault prevê um incremento da produção global de Caixas de Velocidades do tipo J e, nesta perspectiva o objectivo continua a ser o de saturar as novas capacidades de maquinação em curso de instalação em CACIA.

A transferência para Cléon dirá apenas respeito à montagem das Caixas de Velocidades para as quais CACIA não tem capacidade de maquinação. Actualmente a fábrica de CACIA tem alocado um volume de produção que excede a sua capacidade e que tem vindo a ser realizado através de sessões suplementares de trabalho.

A transferência para Cléon diz apenas respeito a estes volumes adicionais que excedem a capacidade instalada em CACIA.

Assim, esta transferência não terá qualquer impacto na actividade normal da fábrica nem terá consequências sobre o nível de emprego.

Fundada em 1981 a Renault CACIA é parte integrante do aparelho Industrial do Grupo Renault e, nomeadamente, do dispositivo de fábricas de produção de componentes.

O volume de negócios em 2012 foi de 268 milhões de Euros (idêntico ao de 2011), o que coloca a Renault CACIA no TOP 3 das fábricas de produção automóvel existentes em Portugal.

A Renault CACIA exporta 100% da sua produção para diversas fábricas de montagem de automóveis do Grupo Renault em todo o Mundo (França, Espanha, Eslovénia, Roménia, Turquia, Rússia, Marrocos, Índia, Indonésia e África do Sul).
Para além das caixas de velocidades de diversos tipos, a Renault CACIA produz um vasto conjunto de componentes para motores como, por exemplo, bombas de óleo, e árvores de equilibragem.

Actualmente a Renault CACIA emprega cerca de 1.100 colaboradores sendo a maior empregadora e a maior empresa (pelo critério do volume de negócios) do Distrito de Aveiro.

Segue-me
Latest posts by Rui Augusto (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.