Renault e Caterham vão desenvolver versão de produção do A110-50

Published On 2 de Outubro de 2012 | Geral

Depois de termos mostrado o protótipo do Alpine A110-50, ficou claro que a Renault iria certamente fabricar uma versão de produção e ressuscitar a Alpine. Sabe-se agora que a Renault e a Caterham estão a trabalhar em conjunto para desenvolver uma versão do Alpine A110-50 que foi apresentado no início do verão.

A Caterham vai contribuir através da divisão Caterham Technology and Innovation que oferece ajuda a empresas externas ao nível da engenharia. A Caterham conta actualmente com quatro divisões: a Caterham, Caterham F1, Caterham Technology and Innovation e Caterham Composites. A relação da Renault com a Caterham surgiu na Fórmula 1, quando os franceses passaram a fornecer os motores para a equipa de F1, uma das quatro divisões do Caterham Group.

Previamente tinham até surgido rumores que o parceiro da Renault poderia ser a Lotus, que produziria uma base com propulsão eléctrica para ser usada pela Renault e Infinity.

“O layout da plataforma já está concluído. Este é um carro que deve apelar às emoções”, referiu o COO da Renault, o Português Carlos Tavares.

Tavares já tinha afirmado anteriormente que a Renault só iria produzir um Alpine coupé desportivo se pudesse encontrar um parceiro para compartilhar os custos de desenvolvimento.

Para já ainda não há mais detalhes sobre o carro, mas é extremamente improvável que a versão de produção venha a utilizar o mesmo motor V6 que figurava no protótipo.

A Caterham contratou recentemente o antigo director da Renaultsport F1 Cyril Abiteboul para seu novo CEO, o que deverá levar a uma boa relação entre as duas empresas.

Além do Alpine, a Caterham aproveitará a parceria para fazer um modelo para rivalizar com o Lotus Elise.

Segue-me
Latest posts by Rui Augusto (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.