Seat Leon Cupra R poderá ter tracção integral e mais de 300 cavalos

Published On 31 de Julho de 2013 | Novidades

Seatleoncupra1_zps075d1ed6

Esta será a versão topo de gama do modelo Leon, e será sem dúvida a mais radical em termos de performance e imagem. Este modelo será mais radical que o Cupra, que surgirá em 2014, só terá tracção dianteira e “apenas” 262 cavalos de potência extraídos do famoso motor turbo de 2,0 litros TFSI que equipa vários modelos do grupo Volkswagen.

Segundo a imprensa internacional automóvel, a Seat está seriamente a pensar em lançar o futuro Cupra R com um sistema de tracção integral e implementar mais potência no bloco de 2,0 litros, para que debite qualquer coisa como 304 cavalos. A caixa de velocidades será a também conhecida DSG de dupla embraiagem. Este modelo deverá ser comercializado tanto com uma carroçaria de 3 como de 5 portas

O que é curioso é que se isto se confirmar, este Cupra R será muito mais potente que o “irmão” Golf GTI Perfomance em cerca de 74 cavalos.

Com este nível de potência as performances do Cupra R serão de grande nível, os 100 km/h serão atingidos em apenas 5,0 segundos, já a sua velocidade máxima será de 250 km/h limitada electronicamente. O Leon Cupra R de 2010 cumpria este mesmo exercício em 6,2 segundos porém não contava com a ajuda da tracção integral nem com ajudas electrónicas.

Isto porque o protótipo que a marca se encontra a testar e desenvolver, incorpora um sistema de Lauch Control o que permite arranques sem perdas de tracção. Para além disto, haverá um modo de condução dinâmico com o nome “Cupra” que poderá ser accionado pelo condutor.

Do ponto de vista estético, este futuro Cupra R terá obviamente diferenças para os restantes Leon, e contará com um kit aerodinâmico, será mais baixo e contará com um escape com quatro saídas.

Sérgio Gonçalves
Latest posts by Sérgio Gonçalves (see all)

One Response to Seat Leon Cupra R poderá ter tracção integral e mais de 300 cavalos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.