SEAT Leon ST 4Drive: eficiência e versatilidade

Published On 16 de Janeiro de 2014 | Novidades

leon-st-4drive-1

A Leon ST aumenta a sua versatilidade graças à chegada da versão 4Drive, que incorpora tração permanente às quatro rodas com controlo electrónico. Desta forma, a nova SEAT Leon ST 4Drive domina com a máxima tração e segurança mesmo nas condições mais duras de circulação. A Leon ST com tração integral foi apresentado ao público no Salão do Automóvel de Viena com dois motores TDI que geram 105 e 150 CV de potência e de grande eficiência: os consumos ponderados de 4,5 e 4,8 litros aos 100 quilómetros que apresentam são valores admiráveis para esta configuração de viatura (dados pendentes de homologação).

A versão equipada com o motor 1.6 TDI CR de 105 CV iniciará a comercialização em Abril de 2014, enquanto que a versão com o motor 2.0 TDI CR de 150 CV estará disponível no verão.

“A nova SEAT Leon ST, agora com tração às quatro rodas, demonstra claramente que a funcionalidade necessária para o quotidiano não colide com o design expressivo e com o espírito desportivo. Sem dúvida, a 4Drive aproveitará o êxito da família do novo Leon,” afirma Jürgen Stackmann, presidente da SEAT S.A. “Graças à sua imagem desportiva, excepcional versatilidade e avançada tecnologia, a Leon ST 4Drive estabelece novos níveis de referência no segmento dos familiares compactos, a um preço altamente competitivo.”

Juntamente com os motores TDI de ultima geração e a tração integral permanente com controlo electrónico inteligente, a Leon ST 4Drive apresenta um amplo leque de soluções tecnológicas. O sistema de controlo de tracção dinâmico EDS (bloqueios diferenciais electrónicos em ambos os eixos), o diferencial electrónico XDS, o controlo electrónico de estabilidade e o sistema de multi- travagem automática, proporcionam a máxima segurança. Ainda assim, estão disponíveis mais dispositivos de alta tecnologia a nível opcional como os faróis Full LED integrais, o Cruise Control Adaptativo ACC com assistente de travagem de emergência, o sistema de deteção de fadiga e o assistente de faixa de rodagem.

“A Leon ST alia na perfeição, dinamismo e versatilidade,” comenta el Dr. Matthias Rabe, vicepresidente de I+D de SEAT. “Equipado com tração integral permanente, a nova Leon ST não só oferece tração e segurança, além de garantir o prazer de condução em cada situação e em todo o género de condições.”

É relembrar que a tração integral tem na SEAT uma ampla tradição : o Leon 1.8 20VT 4 do ano 1999 já oferecia a combinação perfeita de um motor potente com as vantagens de uma tração e estabilidades superiores.

Transmissão da última geração

A nova SEAT Leon ST 4Drive dispõe de um dos sistemas de tração integral permanente mais avançados e eficientes do mundo. A SEAT instalou a nova embraiagem multidisco Haldex de quinta geração, acionada hidraulicamente e controlo electrónico, que reage rapidamente em todas as situações de condução, o que se traduz numa vantagem considerável no que respeita à segurança activa e dinâmica de condução.

Para repartir de forma equilibrada a carga sobre os eixos, a embraiagem está situada no extremo do veio de transmissão, à frente do diferencial do eixo traseiro. A embraiagem multidisco trabalha num circuito fechado e banhado a óleo. As anilhas metálicas de fricção estão dispostas em pares, de frente um ao outro; uma das anilhas de cada um desses pares, está mecanicamente ligada ao grupo de embraiagem, o qual gira solidariamente ao veio de transmissão. Por sua vez, a outra anilha, gira solidária com o veio de transmissão para o diferencial traseiro.

Em utilização normal, a embraiagem transmite maioritariamente o binário do motor às rodas dianteiras. No entanto, em caso de perda de tração neste mesmo eixo, o binário é automática e imperceptivelmente repartido ao eixo traseiro. Este fenómeno acontece devido ao conjunto de embraiagem multidiscos ser accionado por um elemento de força, tipo pistão, o qual vai permitir criar a pressão hidráulica necessária à repartição do binário de tração. A nova geração da embraiagem Haldex já não necessita de um acumulador de pressão, o que o torna mais compacto e mais leve cerca de 1,4 kg, comparativamente às gerações anteriores.

Segue-me
Latest posts by Rui Augusto (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.