As sensações de um motor de 2 litros com menos 25% de consumo

Published On 22 de Fevereiro de 2014 | Novidades

Novo motor energy dci 160 Twin TurboA Renault coloca ao serviço dos motores de série toda a sua vitoriosa experiência no exigente mundo da Fórmula 1 para melhorar a eficiência energética dos seus motores. O mais recente resultado da estratégia de downsizing é o motor Energy dCi 160 Twin Turbo que é o primeiro motor 1,6 Diesel com dupla sobrealimentação.

Com uma cilindrada de 1598cm3, uma potência de 160 cv e um binário de 380Nm, este motor tem performances ao nível de um motor de 2 litros de cilindrada. Este é um resultado excepcional para um motor de 1,6 litros e que, para além disto, regista consumos e emissões de CO2 25% inferiores às dos motores de 2l.

Este desempenho deve-se à introdução da dupla sobrealimentação.
A tecnologia « Twin Turbo » permite conciliar, num motor Diesel, o elevado binário nos baixos regimes com uma elevada potência, com um claro benefício imediato para o prazer da condução.

O sistema é composto por dois turbocompressores dispostos em sequência :

  • O primeiro turbo de muito baixa inércia permite obter um elevado binário nos baixos regimes com a consequente reactividade nas fases de arranque ou recuperações. 90% do binário máximo está disponível a partir das 1 500 rpm o que permite uma condução viva com acelerações rápidas e fluídas.
  • O segundo turbo entra em funcionamento num regime mais elevado permitindo obter uma elevada potência (100 cv/litro) com uma aceleração constante e linear.
  • Um motor hi-tech com tecnologias directamente retiradas da F1
    O encadeamento de sofisticados turbocompressores não é o único elo de ligação entre o motor 1.6 Renault Energy F1 e o 1.6 Renault Energy dCi. Este último integra várias tecnologias directamente retiradas da experiência da Renault na F1 e, nomeadamente, no que diz respeito ao arrefecimento e à redução das vibrações:

  • Sistema de circulação transversal de água para um arrefecimento mais rápido e mais eficaz da câmara de combustão.
  • Segmentos de geometria U-Flex (em forma de « u ») que permitem a adaptação do segmento à deformação do cilindro (provocado pela temperatura e pela pressão) possibilitando assim o melhor compromisso entre a eficácia e as vibrações.
  • Superfície, dos êmbolos das válvulas, com revestimento DLC (Diamond Like Carbon) para a redução das vibrações.
  • O motor 1.6 Energy dCi 160 Twin Turbo adopta um sistema de injecção de 1 800 bars de pressão e respeita os critérios da norma de despoluição Euro 6b.

    Novo motor Energy dCi 160 Twin Turbo

    Este motor irá equipar os futuros automóveis da Renault nos segmentos D e E.

    Segue-me
    Latest posts by Rui Augusto (see all)

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado.

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.