dsfsdf 628x356 Tesla sem condutor é abordado pela polícia depois não parar a um sinal de STOP

Tesla sem condutor é abordado pela polícia depois não parar a um sinal de STOP

Published On 3 de Outubro de 2019 | Curiosidades, videos
dsfsdf 1024x573 Tesla sem condutor é abordado pela polícia depois não parar a um sinal de STOP

Já não faltam muitos anos para que a condução autónoma seja uma realidade nas estradas de todo o mundo. Aliás Elon Musk, o patrão da TESLA afirma que a tecnologia está pronta dentro de um ou dois anos para estar 100% funcional e em uso.

Faltando obviamente toda a legislação para que a mesma seja aprovada em inúmeros países.

Neste vídeo do canal DragTimes, foi possível ver em acção (uma vez mais), o novo sistema “Smart Summon” presente no novo Tesla 3. Esta função permite ao condutor chamar pelo seu Tesla de forma 100% autónoma usando apenas o telemóvel e a localização.

Dá imenso jeito quando por exemplo num parque de estacionamento não sabemos onde deixámos a viatura ou simplesmente quando está a chover e estamos longe da viatura.

Basicamente é como ter o KITT da era moderna à nossa disposição.

Porém nem tudo são rosas, e a tecnologia ainda não está totalmente desenvolvida ao ponto de evitar problemas com a polícia.

No vídeo é possível ver inúmeras tentativas do proprietário a “chamar” o seu Tesla, e numa dessas tentativas o seu carro não pára num sinal de STOP.

A polícia estava por perto e viu a infração, abordou a viatura e apesar de constatar que não existia um condutor a bordo, falou com o seu proprietário.

Este “escapou-se” da coima porque não existia ninguém dentro da viatura.

Fica a questão, como funcionará a lei nestes casos no futuro?

Sérgio Gonçalves

A paixão pelos automóveis começou cedo e desde então tem andado de mãos dadas com o jornalismo nas suas mais variadas vertentes.

Produtor de conteúdos, com experiência em rádio, jornalismo online, jornalismo de imprensa e foto-jornalismo.
Sérgio Gonçalves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.