Volar-e o superdesportivo eléctrico com 1000 cavalos

Published On 5 de Março de 2013 | Novidades

volar-e

Os automóveis desportivos eléctricos tornaram-se de repente bastante populares entre uma elite abastada, e como tal existem cada vez mais modelos com capacidades acima da média criados por empresas sem grande experiência no ramo dos automóveis, usando apenas electricidade como combustível para a sua locomoção. Ou seja é cada vez mais um mercado emergente e atractivo para investir.

A apresentação desde potente automóvel ocorreu no Circuito de Montmeló, em Barcelona, e contou com altas figuras como Antonio Tajani, actual vice-presidente da Comissão Europeia, entre outros ilustres convidados.

A empresa responsável pela concepção do Volar-e é conhecida pelo nome Applus Idiada, é uma firma industrial espanhola, e afirma que este é um dos automóveis eléctricos mais potentes do mundo.

Com 1000 cavalos de potência, 1000 Nm de binário logo desde o arranque, extraídos de quatro motores eléctricos separados com uma bateria de 38 kWh composta por 10 células individuais, o Volar-e é a mais recente criação no mundo dos supercarros eléctricos com números incríveis.

De acordo com Applus Idiada, esta enorme potência permite cumpri o tradicional arranque de 0 a100 km/h em apenas 3,4 segundos. Já a sua velocidade máxima (limitada electronicamente) é de 300 km/h. Consegue ser tão rápido como o Mercedes-Benz AMG SLS eléctrico, porém ainda nada se sabe sobre a sua autonomia, e desconhece-se também o preço.

Os responsáveis por este modelo afirmam que é possível recarregar o Volar-e em apenas 15 a 20 minutos, fruto de um sistema de recarga rápida. Ou seja com poucos minutos de recarga é possível voltar a ter a bateria a 100 por cento.

O Volar-e tem no entanto um sério concorrente, o Rimac Concept_One, que também possuiu cerca de 1000 cavalos de potência, mais concretamente 1088 cavalos. Consegue ser (ainda) mais rápido que o modelo agora apresentado em Espanha. 0 a 100 km/h em 2,8 segundos e velocidade máxima de 305 km/h. Autonomia estimada: 600 quilómetros.

Ainda assim não espere para já ver qualquer um destes modelos a circular numa qualquer estrada perto de si, pois serão modelos muito exclusivos e caros produzidos em números muito reduzidos. Ainda assim é um passo importante no desenvolvimento de tecnologias para os automóveis eléctricos mais comuns.

Sérgio Gonçalves
Latest posts by Sérgio Gonçalves (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.