Futuro Citroen DS3 desvendado

Published On 6 de Novembro de 2013 | Novidades

citroen-ds3-front_0

Espera-se que chegue em 2016 o sucessor do atual DS3, que já se encontra em desenvolvimento e do qual já existem estas primeiras imagens.

A marca francesa está a ter um bom retorno financeiro com o sucesso do DS3, contudo não quer ser apanhada desprevenida quando for lançado o futuro MINI no próximo ano, o principal concorrente do DS3.

As imagens aqui publicadas, foram lançadas pela revista francesa Auto Plus e mostram a evolução do novo modelo.

As linhas do futuro DS3 são claramente inspiradas nas linhas do concept Wild Rubis SUV que foi visto pela primeira vez em Shanghai no salão automóvel em Abril deste ano.

Os principais traços característicos do novo design encontram-se na frente com o uso de cromados e preto gloss na grelha. Na traseira pode-se ver novos faróis e uma linha mais larga.

A carroçaria tem um aspeto mais “musculado” que dá a ideia que o futuro DS3 ser mais baixo e largo.

citroen-ds3-front-detail

Algo que se se rapara é que o símbolo da Citroen desaparece dando lugar ao logo DS, uma vez que o DS3 vai pertencer a uma gama especial que a marca francesa quer tornar mais regular.

O DS3 na segunda geração será baseado numa evolução da plataforma PF1, a mesma do atual modelo e também no Peugeot 208, mas que será ligeiramente mais leve. Para além disto este modelo deverá continuar a ter uma carroçaria só de três portas.

Um dos aspetos principais e mais importantes deste modelo será a sua personalização por parte dos compradores. Essa personalização poderá ser feita através da combinação de cores, autocolantes, jantes especiais e o contraste com o tejadilho.

Em termos de motores, deverão ser os mesmos que equipam o Peugeot 208, que tem no seu 1.2 de três cilindros PureTech a gasolina a unidade motriz de acesso à gama.

citroen-ds3-rear_0

Com 90 cavalos de potência este motor vai emitir menos de 100g/km de CO2. Existirá também uma versão deste 1.2 com turbocompressor que deverá produzir 30 cavalos de potência para um total de 120.

O também conhecido motor turbo de 1,6 litros THP voltará a ser a unidade mais potente a gasolina que debitará cerca de 160 cavalos.

Os motores a gasóleo também vão estar presentes e deverão ter potências de 95 a 120 cavalos. Para além disso deverão emitir menos de 99g/km of CO2, e existirá uma versão denominada Airdream que terá um consumo médio na ordem dos 3 litros aos 100.

Uma versão mais radical (DS3 Racing) também está a ser planeada assim como a versão Carbiolet, esta última usará o mesmo tipo de tejadilho que o modelo atual.

Sérgio Gonçalves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.